Alonso, 10º, tem dificuldades para acertar o carro em Xangai

Líder do Mundial vê Ferrari muito distante de rivais para brigar pelas primeiras posições no treino de classificação

Sexta-feira não deixou o líder do campeonato muito animado

Fernando Alonso fechou o primeiro dia de treinos do Grande Prêmio da China com o 10º tempo, distante 1s343 de Michael Schumacher, o mais rápido da sexta-feira. Sem falar com a imprensa, assim como seu companheiro Felipe Massa, só foi possível acompanhar o que o espanhol sentiu do carro no dia através do comunicado oficial da Ferrari.

"Foi uma sexta-feira normal, baseada especialmente em avaliar a nova aerodinâmica no primeiro treino livre e no programa normal de testes de pneus no segundo treino. Como sempre, nós tentamos encontrar qual será o composto mais rápido para usar na classificação e qual é o mais consistente para as saídas longas. Felipe e eu dividimos o trabalho na pista, e à tarde os engenheiros analisam as informações para tomar a melhor decisão para amanhã, e também os updates que trouxemos para esta corrida e o que aprendemos dos pneus."

Líder do Mundial, Alonso não esconde que será bem difícil conseguir um bom resultado em condições normais. "Choveu de manhã e isso atrasou nosso programa um pouco, mas mesmo assim fomos capazes de completá-lo na segunda sessão. Definitivamente nos falta um pouco de performance. Buscaremos tê-la amanhã, além de acertar melhor o equilíbrio do carro, especialmente a aderência. Há muito o que fazer se quisermos uma boa classificação."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias