Alonso: anúncio sobre futuro virá depois do GP do Japão

Espanhol, que decidiria seu futuro em setembro, disse que vai esperar até a corrida de Suzuka para divulgar sua decisão

Fernando Alonso comentou em várias ocasiões que a decisão sobre o seu futuro, depois que seu contrato com a McLaren terminar no final da temporada, seria anunciada durante o mês de setembro.

A McLaren anunciou sua ruptura com a Honda e seu acerto com a Renault durante o GP de Cingapura há duas semanas. Mas o espanhol diz que vai esperar até depois da corrida em Suzuka, a corrida local da Honda, para comunicar o que fará depois de 2018.

"Obviamente, a próxima parada será bom tomar a decisão final. Acredito que agora, entre a Malásia e o Japão, estaremos ocupados trabalhando na pista", disse Alonso nesta quinta-feira em Sepang.

"Mas depois de Suzuka provavelmente será o prazo para tomar a decisão e escolher o que eu sinto ser o melhor. Quero ser competitivo no próximo ano e voltar ao pódio, lutar por vitórias e pelo título, como já fiz muitas vezes. Preciso de mais informações para tomar essa decisão, mas ao mesmo tempo, continuo sendo positivo porque a McLaren é uma das melhores equipes da história da F1, se não a melhor, e acho que tem tudo a ir bem."

Perguntado se será uma prioridade para ele ser livre em 2019, quando o mercado de pilotos deverá estar completamente aberto, Alonso respondeu sem rodeios: "Não é muito importante. Minha ideia ou meu ponto de vista do automobilismo é muito mais do que isso".

"Cada equipe tem suas dúvidas para o próximo ano porque há mudanças mínimas no regulamento, mas ao mesmo tempo a relação de desenvolvimento foi excelente este ano. Haverá um desenvolvimento extra durante o inverno porque você pode começar do zero e fazer coisas que você não pode fazer durante a temporada. Mas estes riscos diminuem quando se está em uma grande equipe. E a McLaren dominou esta categoria durante muitos anos. Mesmo nos anos ruins, eles conseguiram pódios e vitórias", acrescentou o espanhol sobre sua equipe atual.

Honda e Alonso deixam claro que o GP do Japão é um dos fins de semana mais importantes do ano para o time. Mas ele duvida que seja bom introduzir uma atualização de motor lá, uma vez que isso implicaria largar entre os últimos.

"É o GP local da Honda e temos que ir bem lá. Sabemos o quão importante é para a equipe, 50% do nosso motor é japonês, as famílias estão lá e fãs japoneses que nos apoiam muito... é um GP muito especial. Se houver alguma melhoria, virá com alguma sanção e é difícil compensar as largadas anteriores com a atualização de motor. Eles nos dirão se há uma evolução pronta e se é melhor aproveitar essa oportunidade ou não".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pista Sepang International Circuit
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias