Alonso descarta Rosberg e Massa e vê briga com Vettel e Kimi

Mesmo abortando última volta na classificação, espanhol se diz feliz com terceiro lugar no grid para o GP do Bahrein

Fernando Alonso deu a impressão de que poderia lutar pela pole do GP do Bahrein, após chegar com tranquilidade à última parte do treino, fazendo uma tentativa em cada trecho. Porém, não teve ritmo para passar da segunda fila e acabou abortando a última tentativa. Ainda assim, o espanhol comemorou a terceira colocação a salientou que a classificação é o ponto fraco da Ferrari.

“Estou muito contente. Na última volta, estava meio décimo atrás após a última curva e decidimos não completar por prevenção, caso tenha de usar esses pneus. É a segunda classificação em que estamos entre os três primeiros, e esse é normalmente nosso calcanhar-de-Aquiles. Sabemos que, largando entre os primeiros, a corrida é muito mais fácil e, desta vez, conseguimos.”

Para repetir o feito da China, na semana passada, e traduzir a terceira colocação no grid em vitória, Alonso vê como grandes ameaças Sebastian Vettel, que larga em segundo, e não descarta Kimi Raikkonen, apenas sétimo no grid.

“Vendo a degradação que a Mercedes teve nas outras provas – inclusive Hamilton, que passou a sofrer com os pneus lá pela volta cinco ou seis na China – são Vettel e Kimi, que em de trás, aqueles que temos de marcar.”

O espanhol não coloca o companheiro Felipe Massa no grupo das ameaças porque observa que o ritmo do brasileiro não tem sido muito forte no Bahrein.

“Todos preocupam, mas Felipe não tem sido tão rápido quanto em outros finais de semana e podemos ter um pouco de vantagem devido a isso. Ele se classificou em sexto, e larga em quarto devido a punições. Mas, no final das contas, é uma grande notícia, pois prefiro largar ao lado do Felipe do que do Hamilton.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias