Alonso diz que 70% do trabalho da McLaren está em 2019

compartilhar
comentários
Alonso diz que 70% do trabalho da McLaren está em 2019
Por: Ben Anderson
26 de jul de 2018 20:18

Espanhol disse também que equipe só trouxe uma atualização adequada até agora em 2018

Fernando Alonso, McLaren MCL33
McLaren MCL33 rear wing detail
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Fernando Alonso, McLaren MCL33, leads Esteban Ocon, Force India VJM11, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Fernando Alonso, McLaren MCL33, on the grid
McLaren MCL33 nose and front wing
Fernando Alonso, McLaren

A McLaren admitiu durante o fim de semana do GP da Grã-Bretanha que o MCL33 tem menos força aerodinâmica do que seu carro de 2017, e a equipe tem usado as sessões de treinos de sexta-feira para testar peças experimentais e rastrear o problema.

Fernando Alonso diz que a McLaren agora entende porque seu carro de 2018 está tão comprometido, mas as correções levarão muito tempo para serem implementadas. Em vez disso, a equipe investirá "70% do conhecimento e entendimento deste carro para o projeto do ano que vem".

"Estamos trabalhando muito e muito profundamente nas fraquezas do carro", disse Alonso.

"Depois de investir três ou quatro sextas-feiras, apenas desenvolvendo a aerodinâmica, sabemos que talvez comprometamos um pouco o fim de semana da corrida e o desempenho na classificação, mas recebemos muitas informações nessas sextas-feiras e agora acho que estamos em um ponto de saber exatamente o que fazer.

"Existem algumas correções para este ano, mas vamos dizer que 70% do conhecimento e da compreensão deste carro será para o projeto do próximo ano, porque requer tempo, três ou quatro meses de desenvolvimento e tempo do túnel de vento etc, que é provavelmente melhor investir para o próximo ano.”

"Às vezes é bom ir muito fundo nos problemas e no desempenho para entender o carro, então vejo um futuro muito mais claro e brilhante agora com todos os problemas e a compreensão deles.”

"Acho que temos uma direção clara agora, então essa é a coisa mais importante."

O editor recomenda:

Alonso explicou que a McLaren "manterá essa abordagem" de usar as primeiras sessões de treinos livres em particular para desenvolver seus conceitos de 2019, mas espera que a sexta-feira na Hungria possa ser "um pouco mais normal".

"Temos algumas atualizações nesta corrida e nos concentraremos em validá-las também, não apenas no entendimento normal do carro", acrescentou Alonso.

"Também precisamos testar o desempenho e os ganhos das últimas peças, por isso esperamos ver alguns resultados melhores."

Embora a McLaren tenha conduzido muitos experimentos e tenha trazido peças novas para testar seu carro recentemente, Alonso diz que a versão 2018 da McLaren sofreu porque o pacote que introduziu para o GP de Espanha em maio continua sendo a única grande atualização da temporada.

"Tivemos basicamente um upgrade este ano, em Barcelona", disse Alonso. "Todas as outras corridas trouxemos peças pequenas que não tiveram desempenho significativo.”

"Algumas dessas peças eram experimentais, algumas eram negativas e não positivas, então, no geral, trouxemos apenas uma atualização.”

"Espero que neste fim de semana nos coloque nesta frente deste grupo de meio de pelotão."

Próxima Fórmula 1 matéria
Sainz e Ericsson dão versões distintas de incidente em SC

Previous article

Sainz e Ericsson dão versões distintas de incidente em SC

Next article

Verstappen crê que Renault não dê preferência à Red Bull

Verstappen crê que Renault não dê preferência à Red Bull
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso Shop Now
Equipes McLaren Shop Now
Autor Ben Anderson
Tipo de matéria Últimas notícias