Alonso faz novo exame e é totalmente liberado para GP

Espanhol ainda dependia de uma avaliação após treino livre 1 para ter 100% de certeza que iriam participar da prova em Xangai

O espanhol Fernando Alonso foi totalmente liberado para correr o GP da China depois de sua última inspeção médica pela FIA, realizada nesta sexta-feira na sequência do primeiro treino livre em Xangai.

Seguindo condições estabelecidas pelo órgão regulador na quinta-feira, Alonso teve que completar um novo exame médico depois da sessão inicial chinesa.

Sem relatar problemas nos 90 minutos de atividade, Alonso foi rapidamente liberado depois de visitar o centro médico na sexta-feira.

Um comunicado da FIA disse: "Como resultado de um exame médico seguinte ao treino livre 1, o delegado médico da FIA, Jean-Charles Piette, e o diretor-médico do Grande Prêmio da China, Shiyi Chen, decidiram que Fernando Alonso está apto a participar em todas as sessões restantes neste fim de semana".

"No entanto, em caso de qualquer sintoma anormal, o piloto foi informado de que ele deve parar seu carro imediatamente".

"Como o piloto foi liberado para participar, nenhum exame médico adicional será realizado a menos que o piloto tenha qualquer sintoma anormal."

Alonso ficou fora do GP do Bahrein por causa das costelas quebradas resultantes de seu forte acidente na Austrália após uma colisão com Esteban Gutierrez.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias