Alonso: GP da Austrália será ponto baixo da McLaren em 2018

compartilhar
comentários
Alonso: GP da Austrália será ponto baixo da McLaren em 2018
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
22 de mar de 2018 11:02

Espanhol prega discurso cauteloso para início da temporada, mas garante que equipe evoluirá bastante com o passar das provas

Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren and Stoffel Vandoorne, McLaren
Fernando Alonso, McLaren, signs autographs for fans
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren, signs autographs for fans

Fernando Alonso acredita que o GP da Austrália será o ponto baixo da McLaren na temporada, já que espera um rápido progresso ao longo da campanha.

Depois de uma pré-temporada problemática, a McLaren prega cautela para a abertura da temporada, em Melbourne.

Mas mesmo se a McLaren estiver na luta no meio do pelotão em vez de estar entre os ponteiros, Alonso confia que a equipe vai progredir durante o campeonato de 2018.

“Será o nosso ponto mais baixo. Acho que melhoraremos muito durante a temporada”, disse o espanhol.

“Acho que nós deveremos ser a equipe que mais vai evoluir em comparação às outras, porque a integração à nova unidade de potência levará tempo, já que o chassi foi projetado para várias melhorias durante a temporada, que chegarão muito em breve, nas primeiras corridas.”

“Então, acho que o que vemos aqui será importante, sim, mas acho que melhoraremos mais e mais. Espero uma McLaren muito forte na segunda parte da temporada.”

O programa de testes da McLaren foi atrapalhado por uma série e problemas mecânicos, que incluíram uma porca quebrada, problemas hidráulicos, de bateria, de escapamento e de superaquecimento.

Apesar das dificuldades, Alonso afirma que seu otimismo para o ano não diminuiu, especialmente com a McLaren convencida de que já lidou com todos os problemas que encontrou.

“Acho que não mudou nada em Barcelona”, acrescentou Alonso, “Tivemos altos e baixos nos testes e alguns problemas de confiabilidade, mas esses problemas agora estão corrigidos.”

“Não foram soluções difíceis, mas é preciso tempo na fábrica. Os carros são novos em fevereiro e, se algo acontece de errado nos testes, já que temos duas semanas consecutivas de treinos, e se for necessário redesenhar algo, é preciso esperar pelo fim do teste. Foi o que fizemos.”

“Os sentimentos que tive antes de Barcelona e o que tenho agora são os mesmos. Deverá ser uma boa temporada para nós, voltando a posições que aproveitaremos um pouco mais.”

“Tomara que 100% no Q3, regularmente nos pontos, lutando pelo top 5, quem sabe perto do pódio em algumas corridas.”

“Vimos no ano passado que a Williams teve um pódio em Baku, a Force India esteve muito próxima de alguns pódios no ano passado. Então sabemos que as oportunidades virão e, quando isso acontecer, espero que nós entreguemos.”

Reportagem adicional de Adam Cooper

Próxima Fórmula 1 matéria
Verstappen: retas de Melbourne serão dolorosas para Red Bull

Previous article

Verstappen: retas de Melbourne serão dolorosas para Red Bull

Next article

Hamilton alerta Ricciardo para não arruinar relação com time

Hamilton alerta Ricciardo para não arruinar relação com time

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso Shop Now
Equipes McLaren
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias