"Alonso já está me mandando mensagem todo dia", revela novo chefe

Apesar de reconhecer "desafio" de alcançar as expectativas do espanhol na McLaren, Boullier está animado com contratação

O chefe da equipe McLaren, Eric Boullier, reconhece que ter Fernando Alonso na equipe a partir da próxima temporada será um “desafio”. Afinal, o espanhol vem de cinco temporadas na Ferrari nas quais foi o vice em três oportunidades, mas não chegou ao terceiro título, algo que persegue desde 2007.

[publicidade] Aos 33 anos, é realista pensar que Alonso aposta suas últimas fichas na equipe inglesa, à qual voltou mesmo tendo tido uma passagem conturbada há sete anos.

“Sei que será desafiador, mas temos que encarar isso como algo muito positivo”, disse Boullier, chefe da equipe desde o início de 2014. “É o tipo de comprometimento e dedicação que você quer. Ganhamos o melhor piloto do mundo hoje, e ter convencido Fernando a não cumprir os últimos dois anos de contrato com a Ferrari para se juntar a nós significa muito para mim.”

Para o francês, o fato do espanhol ter deixado o time italiano “significa que ele acredita no que estamos construindo”. A McLaren, que não vence um campeonato desde 2008, passa por uma fase de reformulação, com a chegada de novos projetistas e da Honda, que passará a fornecer motores a partir de 2015.

“Claramente ele vai nos desafiar todos os dias. Para ser honesto com você, ele já está me mandando mensagens todo dia”, revelou. “Ele realmente quer ficar por dentro. Esse é o tipo de boost que estávamos procurando.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias