Alonso lamenta problema: “aconteceu na hora errada”

Espanhol empurrou carro até o pit lane e foi saudado pelos fãs, mas não pôde retornar à pista por que o regulamento o impediu

Fernando Alonso, que vinha apresentando um desempenho razoável durante o final de semana em Hungaroring, enfrentou problemas mecânicos no treino classificatório deste sábado (25) e sequer completou uma volta rápida no Q2. Com isso, o espanhol larga na 15º posição na prova deste domingo.

Alonso lamentou o azar pelo problema ter acontecido justamente quando ele não poderia ficar parado na pista. “Aconteceu na hora errada. Eu vinha andando entre os dez primeiros nos treinos realizados até então, vinha sendo um bom final de semana para nós. Acredito que 12º ou 13º era possível, pois a volta que fiz (no Q2) foi bem ruim e ainda assim conseguimos o 14º lugar. Creio, então, que ganhar duas posições era algo possível”, afirmou.

Sabendo das dificuldades de ultrapassagem que Hungaroring impõe, o asturiano se conformou e disse que dificilmente avançará durante a prova. “Aqui na Hungria, como nas pistas de rua, a corrida praticamente se define no sábado, porque as ultrapassagens são difíceis. Largar em 15º e do lado sujo da pista complica bastante nossa situação”, observou, para então explicar o que aconteceu tanto com ele quanto com Jenson Button, companheiro de equipe.

“Jenson teve um problema com o KERS e no meu caso o carro desligou sozinho, parou de funcionar duas vezes durante a volta. Tivemos azar, mas espero que tiremos algo positivo disso para amanhã”, resignou-se.

Após o carro ficar parado na entrada do pit lane, o piloto protagonizou a cena mais interessante do sábado, auxiliando os fiscais a empurrar o carro até a garagem da McLaren. O esforço, aplaudido pelos espectadores presentes no circuito húngaro, foi infrutífero, pois o regulamento não permite que um carro retorne à disputa se não chegar aos boxes por meios próprios. Alonso, entretanto, se mostrou um tanto quanto contrariado com a regra.

“Eu não sabia se era algo que poderia ser solucionado rapidamente, mas se o carro não chegar aos boxes sem auxílio você não pode retornar à pista. Então todo esforço acabou sendo em vão. Quando cheguei à garagem, eles nem lembraram que eu não poderia voltar à pista devido às regras. É uma regra meio esquisita, pois já vimos várias vezes carros chegando aos boxes rebocados e retornando à disputa na mesma sessão”, encerrou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pista Hungaroring
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias