Alonso: “Lutar por pódios tem que ser nosso objetivo”

Espanhol revela animação para temporada com novo carro e novo motor: “a combinação McLaren-Renault deve ser bastante competitiva”

A McLaren exibiu nesta sexta-feira (23) o MCL33, carro com o qual disputará a temporada de 2018 da Fórmula 1. Fernando Alonso não escondeu a animação ao ver o novo projeto do time de Woking, e, após três anos sofrendo com os motores Honda, ele espera lutar por pódios neste ano.

"A cada inverno você se anima, porque há uma nova motivação, mas este acho que é outro capítulo e acho que vai ser especial", confessa Alonso.

"Olhando para o nosso carro, me sinto incrivelmente animado, mas também estou nervoso. Sei o quão importante é este carro para a equipe. Eles colocaram muito trabalho nisso".

"A mudança do motor teve algumas implicações no design, e espero que funcione da maneira que todos nós queremos. A combinação McLaren-Renault deve ser bastante competitiva. Temos um carro que parece muito limpo e bem pensado, e acho que a nova cor é realmente ótima e muito impressionante. Se pudermos desenvolver os pontos fortes do chassi do ano passado e juntá-los à unidade de potência da Renault, acho que podemos dar um passo à frente."

"Nós não queremos ter expectativas muito altas ou muito baixas, temos muito trabalho para fazer este inverno. Primeiro, temos que colocar o carro na pista, experimentá-lo e depois ver o quão rápido nós estamos. Tentar lutar por pódios tem que ser nosso objetivo."

Alonso será o responsável por estrear o MCL33 nos testes de pré-temporada. Será o retorno do asturiano a um Fórmula 1 depois de suas incursões em outras categorias durante as férias.

"Meu inverno pareceu um pouco mais curto do que o habitual, já que andei nas 24 Horas de Daytona e fiz vários testes. Estou ansioso para voltar a guiar um carro de Fórmula 1 pela primeira vez em três meses."

"A equipe ouviu os fãs e voltou ao passado, ao DNA da McLaren, com cores e outras coisas. Daqui passamos para o futuro, esperançosamente com melhores resultados do que nos últimos três anos", concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias