Alonso: McLaren tinha o melhor carro da qualificação

Espanhol acredita que a McLaren teve o melhor chassi durante a qualificação para o GP do México

Fernando Alonso terminou o Q1 na quinta posição depois de registrar o tempo mais rápido no segundo setor da pista, antes de decidir não entrar para disputar o Q2 para economizar os pneus.

Alonso vai largar da parte de trás do grid depois de receber uma penalidade de grid de 20 posições por causa de uma troca de motor.

O piloto da McLaren saudou o fim de semana do México como o melhor para sua equipe até agora, mas deixou claro que todo o progresso veio do chassi e não do motor Honda.

"O motor é o mesmo. Na verdade, hoje usamos o motor anterior. Ontem usamos o novo, mas o salvamos para o Brasil e Abu Dhabi”.

"Então, todas as melhorias aconteceram graças à aerodinâmica e um pouco para as peças de suspensão que trouxemos das últimas corridas. A partir de hoje, ou pelo menos hoje, temos o melhor carro".

Alonso, que superou o companheiro de equipe Stoffel Vandoorne por oito décimos de segundo no Q1, ainda acredita que será muito difícil marcar pontos na corrida, dada a sua posição inicial e a longa reta do circuito mexicano.

"O carro estava incrivelmente equilibrado. Nas curvas tem muito boa aderência e permite que você conduza instintivamente e facilmente. Um fim de semana espetacular até agora”.

"Fazia um tempo que não estabelecíamos um setor rosa. Provavelmente é o melhor fim de semana de toda a temporada”.

"Infelizmente, com a penalidade do motor, largamos da última fila, então amanhã será quase impossível marcar pontos, porque na reta não poderemos ultrapassar, mas estamos preparando o melhor possível para 2018”.

"Hoje, pela primeira vez em três anos, podemos ter certeza de que tivemos o melhor carro na pista".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do México
Pista Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias