Alonso não se surpreende com Haas: “réplica da Ferrari 2017”

Depois de dia de treinos confirmando bom ritmo na Austrália, pilotos da F1 dizem que performance da Haas reflete realidade

Romain Grosjean terminou o segundo treino livre desta sexta-feira (23) em sexto lugar, cerca de 0s5 mais veloz que os outros carros do meio do grid. O espanhol Fernando Alonso disse que não ficou surpreso com a performance da Haas.

O chefe da equipe, Gunther Steiner, admitiu nesta temporada que o time usou “muitos equipamentos da Ferrari como base".

Alonso disse: "Na verdade, não fiquei surpreso. Eles obviamente têm uma réplica da Ferrari do ano passado e a Ferrari venceu aqui em 2017".

"A Haas parece ser muito rápida e talvez esteja logo atrás das três melhores e será difícil de batê-los, especialmente na primeira corrida e na primeira parte da temporada. Mas vamos tentar ficar perto e aproveitar todas as oportunidades que conseguirmos."

Carlos Sainz, que rodou apenas 0s1 mais lento que Alonso, disse que a Renault não ficou surpresa de ver a Haas tão bem.

"Eles foram rápidos durante os testes de pré-temporada e ficamos de olho neles porque foram muito, muito velozes", disse ele.

"Infelizmente, eles parecem estar um passo na frente do resto do grid, mas esperamos que possamos recuperar logo."

O 1min24s648 de Grosjean no TL2 o deixou mais perto das Ferraris de Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel do que dos pilotos atrás.

Ele também superou Daniel Ricciardo, da Red Bull, que teve a melhor volta estragada por uma bandeira vermelha.

Vettel disse que é "um pouco cedo demais para dizer" se ele foi surpreendido por Haas.

"A Haas saiu muito bem de Barcelona. Hoje, pelo menos para uma volta, eles pareceram bem. Eu não vi muito mais", disse ele.

"Acho que teremos que esperar para confirmar. Melbourne é uma pista complicada, e se você não se sentir 100% perde muito tempo. Mas este tempo vem se você se sentir confiante."

"Portanto, eu não descartaria a McLaren também. Eles não fizeram muito nos testes, por isso é difícil julgar onde eles estarão. Se estiverem perto, é bom para todos.”

Daniel Ricciardo disse que estava mais convencido de que a Haas deu um indicador real de seu desempenho.

"Nos testes, tínhamos algumas pessoas falando", disse ele. "Todo mundo sabe que Red Bull, Ferrari e Mercedes são rápidos, então o assunto é sempre quem é o próximo time”.

"Esse time parecia ser a Haas nos testes, e hoje Grosjean foi bem rápido, então parece que eles estão tão rápidos quanto os tempos que eles fizeram no mês passado."

Reportagem adicional por Adam Cooper e Erwin Jaeggi

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias