Alonso nega pressão sobre futuro: “Decidirei quando quiser”

Espanhol afirmou que começará a pensar em seu futuro a partir da semana que vem, além de garantir que situação da Honda não pesará a decisão

Fernando Alonso minimizou qualquer possibilidade de estar se sentindo pressionado para definir logo seu futuro dentro do Mundial de F1 e afirmou que tomará a decisão final quando se sentir pronto para isso.

O espanhol atualmente cumpre o último ano de seu atual contrato com a McLaren. A equipe já confirmou Stoffel Vandoorne para o ano que vem, sendo que a situação de Alonso segue em aberto.

O bicampeão revelou que não tem pressa para definir seus planos e que só começará a pensar no assunto em setembro.

“A pressão é zero. Vou tomar minha decisão sobre o meu futuro quando eu quiser, e é isso. Nada mudou. Sempre disse que em setembro eu iria pensar sobre isso, e estamos no fim de agosto, então tenho mais uma semana de liberdade”, comentou Alonso.

De acordo com o espanhol, a definição da McLaren quanto à sua fornecedora de motores para o ano que vem não influenciará sua decisão. “É a performance que irá ditar o que eu farei e as condições para o ano que vem”, comentou.  

Sobre a situação da Honda, disse: “Não tenho suas ideias e conhecimento para desenvolver um motor. Sei que eles estão trabalhando dia e noite para melhorar o motor, mas é difícil prever o que irá acontecer em seis ou sete meses. Eles farão o melhor que puderem e melhorarão o máximo que conseguirem”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias