Alonso: "Outros pilotos não teriam seguido com estes danos"

Espanhol resiste após toque na primeira volta ter danificado seu carro e conquista sétima posição

A corrida de Fernando Alonso foi agitada neste domingo (29). O piloto da McLaren foi atingido pela Williams de Sergey Sirotkin na volta de abertura e foi forçado a ir de volta aos boxes com dois pneus furados do lado direito, que se desintegraram enquanto ele tentava chegar aos pits.

Depois de trocar a asa dianteira e as rodas, Alonso retornou à corrida e conseguiu se recuperar até a sétima posição, apesar dos danos no assoalho de seu carro.

Alonso disse que a posição foi o resultado de "persistência e orgulho", e rotulou seu desempenho como o melhor de sua vida.

"Muito louco. Outro sétimo lugar, mas acho que hoje foi o resultado de persistência e orgulho, porque acho que ninguém teria ido ao pit lane, em primeiro lugar", disse Alonso.

"Alguns teriam estacionado o carro e, se conseguissem chegar ao pit lane, teriam saído do carro.”

"Mas nós não paramos o carro e lutamos por cada décimo, cada volta, perto das paredes, e acho que foi a melhor corrida da minha vida."

"Estou feliz com os pontos. Foi provavelmente uma das melhores corridas que eu fiz em um longo tempo, ou a melhor corrida da minha vida. Eu cheguei no pit lane graças a um milagre. Eu não tinha duas rodas, nem asa dianteira e nem assoalho.”

"Eles trocaram os pneus e disseram que o carro estava muito danificado, então achei que não conseguiria terminar ou que seria muito lento.”

"Mas comecei a ultrapassar carros e depois, com o Safety Car, ganhei algumas posições no final."

O piloto da McLaren admitiu que "temia o pior" quando foi informado sobre os danos ao carro e admitiu que o resultado foi uma surpresa.

Seu companheiro de equipe, Stoffel Vandoorne, também pontuou, ficando com o nono lugar.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias