Alonso pede paciência a fãs após novo abandono no Canadá

compartilhar
comentários
Alonso pede paciência a fãs após novo abandono no Canadá
Por: Gabriel Lima
8 de jun de 2015 10:42

Espanhol diz ter noção que vive momento difícil e frustrante, mas continua apostando em virada da McLaren.

Fernando Alonso, McLaren Honda
Fernando Alonso, McLaren no desfile dos pilotos
Fernando Alonso, McLaren Honda
Fernando Alonso, McLaren MP4-30 faz pit stop

Mais uma vez em uma corrida difícil, o bicampeão Fernando Alonso não pôde completar o GP do Canadá e até chegou a brincar em seu Twitter com sua situação:

Falando sério, depois da corrida, o piloto pediu paciência aos torcedores pelo momento de evolução atravessado pela McLaren.

"Falei aqui por cinco anos tendo chegado em terceiro, quarto, quinto lugar. Hoje foi muito frustrante", disse ele.

"Para vencer a Mercedes, você precisa fazer algo único e diferente. Eu acredito neste projeto. Todas as evoluções que vejo o time trazendo para as próximas corridas fazem sentido. O programa para o desenvolvimento do carro é bastante positivo.”

"Eu sei que é um momento difícil para os nossos fãs, porque eles estão precisando ser muito pacientes. Mas eles precisam de acreditar. Algo de bom está por vir."

Durante a corrida deste domingo, Alonso reclamou no rádio após seu engenheiro pedir para que economizasse combustível.

Ele respondeu: "Eu não quero. Eu não quero. Já tenho grandes problemas na pilotagem, e agora isso. Estamos parecendo amadores. Quero correr, depois me concentro em combustível."

Fernando explicou depois: "Não foi frustração. Foi apenas um desacordo sobre quando economizar combustível.”

"Quando você está cercado por carros tentando te ultrapassar, no meio de batalhas, o combustível não é uma prioridade naquele momento. Teríamos tempo mais tarde na corrida para economizar combustível. Depois de três ou quatro lembretes, eu disse: 'me deixe correr e me divertir um pouco, depois penso sobre o combustível."

"Definitivamente lutar com um grupo de carros 35 km/h mais rápidos na reta faz parecer que estamos em uma categoria diferente. Quando todo mundo passa tão fácil assim, faz você parecer um amador. Isso não é bom.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo: “o GP do Canadá é nosso novo pior momento do ano”

Previous article

Ricciardo: “o GP do Canadá é nosso novo pior momento do ano”

Next article

O que aprendemos do GP do Canadá?

O que aprendemos do GP do Canadá?
Load comments