Alonso reconhece: "Devemos ser sinceros, os bicos são feios"

Espanhol acredita que os engenheiros possam mudar desenhos, vê Ferrari bem nascida e celebra parceria com Kimi

Houve quem já se acostumou – ou se conformou – com os bicos um tanto diferentes da nova geração de carros da Fórmula 1. Mas o espanhol Fernando Alonso, que pilota sua Ferrari com bico apelidado de “aspirador” ou “tamanduá”, tem esperança de que os engenheiros encontrarão soluções melhores com o tempo. E reconhece: “Eles são feios.”

“Devemos ser honestos com nossos torcedores e, antes de tudo, com nós mesmos. Provavelmente, devemos nos acostumar com esta nova estética, mas as pessoas veem a Fórmula 1 como excelência em termos de automobilismo, aerodinâmica, performance e tecnologia: todas coisas que você não diria ao olhar a frente do carro,” reconheceu o piloto em entrevista à CNN. “Acho que poderemos encontrar soluções diferentes. Estou convencido de que os engenheiros são bastante inteligentes para fazerem um carro veloz e também bonito.”

Mesmo reticente em relação ao visual dos novos carros, Alonso se mostrou confiante com os primeiros sinais de sua Ferrari.

“Estamos descobrindo a cada dia novas coisas a respeito do carro, novas possibilidades a explorar, então acredito que temos potencial. Tive bons sinais sobre o carro e a filosofia com que ele foi projetado estamos confirmando nos dados. Portanto, não há nada de errado, nenhum motivo para sermos pessimistas, mas muito trabalho pela frente.”

Alonso comentou ainda a nova parceria com Kimi Raikkonen na Ferrari, a qual considera positiva até para seu próprio rendimento. Afinal, terá de trabalhar duro para superar o companheiro, último campeão pela Ferrari, em 2007.

“É um grande talento e isso representa uma grande ajuda e uma grande motivação antes de tudo para mim e depois para a equipe. O time deve desenvolver um bom carro e eu devo dar o melhor de mim, caso contrário não conseguirei estar à frente de Kimi. E estas são boas noticias para a Ferrari”, afirmou o espanhol, que garante estar mais faminto do que nunca para buscar o terceiro título. “Dois campeonatos mundiais são mais do que eu poderia sonhar. Mas não bastam, tenho fome de sucesso.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias