Alonso revela saudade de briga pelo topo e desejo de igualar Senna

Motivado, espanhol quer o tricampeonato mundial para igualar seu ídolo de infância

Terminar o campeonato do ano passado em sexto lugar não agradou Fernando Alonso. Feliz com o retorno à McLaren, o espanhol quer "voltar a colocar o número um no carro". Aos 33 anos, ele espera retomar o que começou em sua primeira passagem pela McLaren, em 2007.

[publicidade]"Tive um ano muito competitivo em 2007, lutando pelo título da Fórmula 1, algo que me faz muita falta agora. Estou aqui para ganhar o título. Acho que é o momento perfeito para isso", disse.

Bicampeão mundial - levantou o caneco em 2005 e 2006 -, o espanhol mira o terceiro título para igualar Ayrton Senna, seu ídolo de infância. O brasileiro foi campeão em 1988, 1990 e 1991.

"Minha inspiração sempre foi o Senna. Quando era pequeno e estava no kart, ele e o (Alain) Prost dominavam a Fórmula 1 com os carros da McLaren-Honda", contou.

Alonso será o encarregado de abrir o primeiro teste oficial do ano pela McLaren. Ele entra na pista de Jerez, na Espanha, no domingo.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias