Alonso sofre com frio e descarta luta pela vitória

Espanhol explicou que a Ferrari teve dificuldades com a queda das temperaturas em Mônaco e foca em marcar rivais

Apenas sexto no grid de largada para o GP de Mônaco, Fernando Alonso explicou que a Ferrari não se comportou bem nas temperaturas baixas deste sábado chuvoso no Principado. O espanhol praticamente descartou suas chances de vitória e disse que vai focar nos rivais que vão à frente no campeonato, Vettel e Raikkonen. O alemão larga em terceiro e o finlandês, em quinto.

“O importante neste tipo de corrida em que talvez não dê para lutar pela vitória é tentar lutar contra nossos rivais diretos. Kimi larga do meu lado, Vettel na fila logo à frente, e são eles que temos de cobrir. Se as Mercedes conseguirem chegar em primeiro e segundo, o final de semana transcorre sem que a situação melhore ou piore muito.”

Ouvido pelo TotalRace em Mônaco, Alonso espera que a Ferrari volte ao ritmo demonstrado nos treinos livres de quinta-feira durante a corrida, uma vez que espera-se temperaturas mais altas para o domingo.

“Não foi uma boa classificação, mas é o melhor que podíamos fazer. Já no treino pela manhã, com a temperatura mais baixa, não estávamos bem, e na classificação também não. Tentaremos melhorar para amanhã. Sabemos o quão difícil é ultrapassar. A corrida é longa, tudo pode acontecer. Certamente, haverá Safety Car e coisas do tipo e temos de estar super concentrados e despertos para talvez aproveitar a acertar a estratégia”, salientou.

“Não há o que pensar, é o mesmo para todos. Na quinta-feira, eu e Felipe estávamos constantemente em terceiro e quarto e hoje, antes da batida do Felipe, acho que éramos nono e décimo. Demos um passo atrás no sábado e tentaremos voltar para onde estávamos. Amanhã, em teoria, haverá sol novamente e deve melhorar.”

Falando sobre a prova, o espanhol afirmou que a opção por uma ou duas paradas vai depender de como a disputa se desenhar.

“A questão está entre uma e duas paradas – veremos quem escolhe o que. Isso depende da largada e do tipo de corrida: se estivermos todos em um trem, fazer duas paradas lhe condena a ficar de fora dos pontos. Se houver grandes espaços e tiver a oportunidade de parar sem perder muitas posições, pode ser uma boa [fazer duas paradas]. Temos de estar bastante concentrados nisso.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias