“Alonso vai se cansar no WEC, mas vai adorar”, diz Hartley

compartilhar
comentários
“Alonso vai se cansar no WEC, mas vai adorar”, diz Hartley
Sergio Lillo
Por: Sergio Lillo
Co-autor: Oleg Karpov
Traduzido por: Daniel Betting
1 de mai de 2018 17:32

Brendon Hartley foi o último piloto a competir na F1 e no Mundial de Endurance na mesma temporada e acredita que o espanhol terá um bom desempenho com a Toyota

Podium: race winners Timo Bernhard, Earl Bamber, Brendon Hartley, Porsche Team, second place Ho-Pin Tung, Oliver Jarvis, Thomas Laurent, DC Racing, third place Mathias Beche, David Heinemeier Hansson, Nelson Piquet Jr., Vaillante Rebellion Racing
Marcus Ericsson, Sauber C36, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17, Fernando Alonso, McLaren MCL32, Pascal Wehrlein, Sauber C36, Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR12
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13, Fernando Alonso, McLaren MCL33
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13, Fernando Alonso, McLaren MCL33
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso walks the track
Fernando Alonso, McLaren
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso
Fernando Alonso, McLaren MCL33 Renault, Brendon Hartley, Toro Rosso STR13 Honda

Brendon Hartley esteve muito ocupado nos últimos meses de 2017, depois que Toro Rosso o chamou para substituir Carlos Sainz, que saiu da equipe para guiar para a Renault. O neozelandês disputou os GPs da F1 dos EUA, México, Brasil e Abu Dhabi e as corridas do WEC em Fuji, Xangai e Bahrein em outubro e novembro.

Ele também disputou e venceu as 24 Horas de Le Mans e o WEC com a Porsche, repetindo o título que conquistou também em 2015. Portanto, é mais do que qualificado para falar sobre o desafio que Fernando Alonso enfrentará na supertemporada 2018/19 do Mundial de Endurance com a Toyota.

"Vai ser algo diferente para ele, porque vai ser algo semelhante ao que aconteceu comigo na F1 no final do ano passado. Será emocionante para ele. Ele vai estar muito cansado quando tudo acabar. Eu não sei quantas semanas seguidas tem, mas eu diria que Le Mans é uma corrida muito cansativa. Não é apenas um fim de semana, é uma semana inteira, há muita preparação, noites muito curtas... mas acho que ele vai adorar”, disse o piloto da Toro Rosso.

"Adorei correr em Le Mans cada vez que fui, ganhei ou perdi. Sempre me oferecia algo novo e o espírito de equipe de verdade. Acho que ele vai gostar. Tenho a certeza de que vai correr bem, mas o estilo de corrida é totalmente diferente, embora eu não veja que isso vai colocá-lo em apuros. Ele conhece o carro de F1 muito bem. Não vejo que isso seja um problema para ele".

Sobre a questão de se é o mesmo que sentiam os antigos pilotos que combinaram todos os tipos de categorias no passado, Hartley é sincero: "Eu não pensei nisso, honestamente. eu adoraria dizer sim, mas... eu acho que no final do ano passado tive muito a aprender e havia muitas coisas novas ao meu redor".

"Oito semanas em diferentes partes do mundo não é simples, mas eu não mudaria nada, especialmente em Le Mans, porque acho que fazer essa corrida com a F1 é realmente genial. Não há muitas corridas no mundo em que tive esse sentimento histórico, a atmosfera, o espírito de equipe, a emoção... como em Le Mans".

Próxima Fórmula 1 matéria
Verstappen diz que relacionamento com Ricciardo não mudou

Previous article

Verstappen diz que relacionamento com Ricciardo não mudou

Next article

Veja fotos inéditas de Ayrton Senna

Veja fotos inéditas de Ayrton Senna
Load comments