Alonso vê pilotos "inteligentes" se sobressaindo em 2014

Espanhol acredita que carros ficarão bem longe do limite durante as corridas devido à economia de combustível

A temporada de 2014 da Fórmula 1 inaugura uma nova era na categoria, com motores turbo integrados a sistemas híbridos, além de um regulamento que diminui em um terço o combustível usado por prova. E Fernando Alonso, da Ferrari, aposta que as mudanças não vão parar por aí.

“As novas regras são muito diferentes do que estávamos acostumados”, afirmou o bicampeão ao site oficial de seu time. “Acho que o conceito do que constitui um GP vai mudar, com sábado e domingo sendo muito diferentes um do outro. Na classificação, dará para tirar tudo do carro, colocando a nova unidade de potência no limite e tirando absolutamente o máximo. Mas nas corridas não vamos chegar nem perto.”

Alonso lembrou que, até o ano passado, ao final das provas, com pouco combustível e pneus novos, era possível andar em ritmo de classificação, algo que não vai acontecer neste ano. “No final das provas neste ano você terá em mente o quanto de combustível terá, o estado das baterias e dos pneus. Você precisa ser muito inteligente para administrar estes parâmetros e as novas estratégias de corrida podem fazer com que alguns pilotos possam dar o máximo no final.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias