Ameaçado, GP da Grã-Bretanha lidera público presente na F1

compartilhar
comentários
Ameaçado, GP da Grã-Bretanha lidera público presente na F1
Por:
21 de dez de 2018 19:17

Os números oficiais de comparecimento divulgados pela Fórmula 1 revelam que o GP da Grã-Bretanha teve a maior participação do público do que qualquer corrida durante a temporada 2018

A corrida de Silverstone - que ainda não tem acordo para depois de 2019, depois que os chefes do circuito ativaram uma cláusula de rompimento - teve um número de comparecimento no final de semana de 340 mil, com o dia da corrida recebendo 140.500 também o mais alto da temporada.

O GP do México ficou em segundo lugar, tanto nos números de final de semana quanto do domingo, registrando 334.946 e 135.407, respectivamente.

O anúncio da F1 disse que 4.093.305 torcedores participaram de pelo menos uma corrida neste ano, com uma média de 194.919 participantes e sete corridas atraindo multidões de fim de semana de mais de 200.000 pessoas: Grã-Bretanha, México, Austrália, Estados Unidos, Singapura, Bélgica e Hungria.

"Com quase 200 mil espectadores em cada GP, e mais de 80 mil lotando as arquibancadas para as corridas de domingo, demonstra que esses números se comparam favoravelmente a outros grandes eventos esportivos, confirmando a tendência de crescimento", disse o diretor comercial da F1, Sean Bratches.

"Todo o show de um final de semana, toda a série de apoio e as atividades ao redor da pista  constitui uma grande experiência para os fãs, como confirmam os números de participação da pesquisa.”

"Acreditamos firmemente que a Fórmula 1 tem um grande potencial que ainda não foi totalmente explorado e estamos totalmente comprometidos em melhorar a experiência dos fãs no futuro".

A F1 informou que seus números de 2018 representam um aumento de 7,83% em relação a 2017, acrescentando que as duas corridas que retornaram ao calendário - França e Alemanha - superaram o último evento do GP da Malásia em 2017.

As corridas com maior aumento no comparativo em relação a 2017 foram Azerbaijão, Áustria, Bahrein, Canadá, Japão e Hungria.

O GP do Brasil de 2018 registrou um total de 150.307, sendo inferior nos últimos anos apenas em 2010. Confira o comparativo aqui.

Next article
FIA explica como funcionará testes de CFD irrestritos

Previous article

FIA explica como funcionará testes de CFD irrestritos

Next article

Horner: “Regras estáveis” são melhor caminho para grid competitivo

Horner: “Regras estáveis” são melhor caminho para grid competitivo
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Glenn Freeman