Análise: Como halo abre possibilidades aerodinâmicas na F1

compartilhar
comentários
Análise: Como halo abre possibilidades aerodinâmicas na F1
Matt Somerfield
Por: Matt Somerfield
Co-autor: Giorgio Piola
6 de mar de 2018 11:02

Para as equipes, o halo pode ser um desafio sob o ponto de vista estrutural, mas a introdução do dispositivo de segurança também abriu novas áreas para o desenvolvimento aerodinâmico

Como parte do pacote de regras que veio com o uso obrigatório do sistema de proteção do cockpit, o halo, as equipes receberam algum espaço para adicionar pequenos dispositivos aerodinâmicos, algo que já vimos nos testes.

Os designers da F1 podem criar áreas de até 20 mm da estrutura de titânio, desde que não se enquadrem no "modelo de capacete" onde poderiam atingir os pilotos em caso de batida.

Essa abertura na regra levou a um pensamento divergente, à medida que as equipes se propuseram a usar as mudanças na estrutura do fluxo de ar sobre o carro.

McLaren MCL32 Halo cockpit
Photo by: Giorgio Piola

Após o teste de pós-temporada de Abu Dhabi no ano passado, ficou claro que, ao invés de se limitar a uma carroceria que agilizasse a estrutura interna, as equipes criariam carenagens com asas mais complexas para o halo.

A McLaren exibiu um bumerangue de três elementos em cima do seu halo durante o teste para o projeto de 2018. Cada um desses elementos termina ao lado do halo e, sem dúvida, libertará um efeito aerodinâmico muito específico para melhorar o fluxo.

Esteban Ocon, Sahara Force India VJM11
Esteban Ocon, Sahara Force India VJM11

Photo by: Sutton Images

É sutilmente diferente em sua abordagem, mas a Force India também testou uma asa de estilo bumerangue de três elementos, pois procura melhorar a trajetória do fluxo para a caixa de ar e asa traseira.

Toro Rosso STR13 halo fin
Toro Rosso STR13

Photo by: Giorgio Piola

A Toro Rosso também nos deu uma prévia da sua parte aerodinâmica nos testes de Abu Dhabi, utilizando apenas um único boomerang no topo.

No entanto, durante o recente teste de Barcelona, o time acrescentou outra asa, como a imagem mostra.

Toro Rosso STR13, detail
Toro Rosso STR13, detail

Photo by: Mark Sutton

A Toro Rosso tem uma solução bastante elegante quando se trata também dos pontos de montagem da traseira, à medida que a carroceria é emparelhada com outra alavanca para melhorar o fluxo.

Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18

Photo by: Mark Sutton

Embora a maioria dos times tenham chegado à conclusão de que as asas são o caminho a percorrer, parece que a Haas tem outras ideias, no topo do halo do VF18, encontramos uma série de pequenos geradores de vórtices.

Uma configuração semelhante estava presente nos testes de pós-temporada e foi construído sobre uma linha de geradores de vórtices afixados ao lado da área de trás, perto do capacete.

Também vale a pena notar que a Haas optou por implantar uma espécie de  para-brisas serrilhado.

O objetivo disso seria ajudar a alterar a interação do fluxo de ar com o capacete do piloto, que foi impactado pela introdução do halo.

Sergey Sirotkin, Williams FW41
Sergey Sirotkin, Williams FW41

Photo by: Mark Sutton

Tanto a Williams, quanto a Renault, empregaram o uso de asas na borda do chassi (seta vermelha), alterando o fluxo de ar na borda do cockpit, pois atende o ponto de conexão traseiro do halo.

Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS18
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS18

Photo by: Mark Sutton

A Renault também usou outra asa no quarto dia de testes, localizado logo abaixo da caixa de ar (seta branca) que ajuda a controlar o fluxo que é derramado do capacete do piloto, melhorando a entrada da caixa de ar.

Algumas equipes ainda estão para mostrar novidades quando se trata de carenagem aerodinâmica, com a Ferrari e Sauber também optando por apenas um boomerang único em cima do halo nesta fase.

No entanto, espera-se que a Mercedes, Red Bull e Renault apresentem soluções no próximo teste para que estejam prontas para a primeira corrida na Austrália.

Próxima Fórmula 1 matéria
Vettel domina teste da manhã em Barcelona

Previous article

Vettel domina teste da manhã em Barcelona

Next article

GALERIA: Há quantos dias os pilotos da F1 não vencem?

GALERIA: Há quantos dias os pilotos da F1 não vencem?

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Matt Somerfield
Tipo de matéria Análise