Análise Técnica: Rivais da Mercedes trabalham cedo para 2018

compartilhar
comentários
Análise Técnica: Rivais da Mercedes trabalham cedo para 2018
Matt Somerfield
Por: Matt Somerfield
Co-autor: Giorgio Piola
29 de nov de 2017 19:55

Com os títulos de pilotos e construtores definidos antes do término da temporada, Ferrari e Red Bull aceleram no desenvolvimento do carro do próximo ano

Assim que Lewis Hamilton e Mercedes confirmaram seus respectivos títulos da temporada 2017, as equipes mais próximas começaram a pensar no próximo campeonato, com as últimas corridas tendo algumas de suas sessões “sacrificadas” para testes e compreensões para o carro 2018.

Red Bull

 

Red Bull RB13 push rod suspension
Foto: Giorgio Piola

A Red Bull tem avaliado uma nova configuração de suspensão desde Austin (acima), em um esforço para melhorar as características de dirigibilidade do carro do próximo ano, mas também para otimizar algumas características do carro, permitindo que a equipe aprimore o conceito aerodinâmico.

Red Bull RB13, front wing comparison
Foto: Giorgio Piola

Em Abu Dhabi, a Red Bull acelerou os preparativos para 2018, testando uma asa dianteira totalmente renovada que foi testada em conjunto com o layout da suspensão.

As mudanças foram centradas em uma disposição mais convencional dos flaps (setas azuis), enquanto a aba primária (seta vermelha) também foi desativada e conectada ao painel principal e à junção da área central neutra.

Isso também exigiu que a forma das áreas do console principal adjacentes fosse alterada, tudo isso se somando a um vórtice revisado (Y250).

A asa revisada também trata de forma diferente a parte externa da asa, uma vez que foi aumentada em largura (destaque em amarelo). Esta área da asa geralmente é reservada para moldar o fluxo de ar em torno do pneu dianteiro, afastando-a do chão para melhorar o downforce e reduzir o arrasto.

Por fim, e conectado a essas mudanças, foi uma abordagem diferente para os canards internos da placa final, já que a configuração gêmea utilizada ao longo de 2017 foi substituída por uma versão mais simples.

Ferrari

O ciclo de desenvolvimento da F1 se baseia em como reconhecer os pontos fortes e fracos dos seus oponentes.

Na maioria das vezes, vemos que as tendências de design que aparecem no grid, uma vez que uma equipe encontra uma solução que se torna de interesse de todos os seus concorrentes.

Nesta temporada, uma dessas áreas tem sido o difusor, um foco para os designers, dado o volume muito maior disponibilizado para eles com os regulamentos revisados. Como tal, vimos equipes o tratando de maneira diferente.

2017 diffuser edges
2017 difusor

Foto: Giorgio Piola

Mercedes, Red Bull, McLaren, Renault e Toro Rosso optaram por reduzir a largura total do difusor atual, utilizando uma série de superfícies verticais extra formadas por múltiplas arranjos Gurney para formar uma parede externa mais complexa que vê alta pressão da parte superior superfície injetada no vórtice de borda.

A ideia é mudar as propriedades do vórtice, melhorar o downforce e reduzir a sua suscetibilidade à entrada do ar esguichado lateralmente em seu caminho pelos pneus à medida que se deformam sob a carga.

Williams FW40, Ferrari SF70H and Ferrari SF15-T diffuser upstands
Williams FW40, Ferrari SF70H e Ferrari SF15-T difusor upstands

Foto: Giorgio Piola

É algo que já foi trabalhado intensamente pela Ferrari nos últimos anos, embora de forma diferente, já que a equipe italiana carregou a superfície superior do difusor com uma série de abas diferentes para afetar a rampa de pressão, consequentemente puxando o fluxo de ar por meio do difusor a uma taxa diferente, tendo um efeito no vórtice.

Ferrari SF70H new diffuser, Abu Dhabi
Ferrari SF70H novo difusor, Abu Dhabi

Foto: Giorgio Piola

No entanto, tendo notado a mudança de direção a essa tendência pelos seus concorrentes, a Ferrari testou sua própria versão durante os treinos livres de Abu Dhabi.

Em uma reviravolta irônica, considerando os comentários de Sebastian Vettel em Cingapura sobre os defletores da Red Bull - que são essencialmente uma cópia do design da Ferrari - é o design da Red Bull que o difusor da Scuderia tem a semelhança mais significativa.

Próxima Fórmula 1 matéria
Williams se recusa a discutir velocidade de Kubica

Previous article

Williams se recusa a discutir velocidade de Kubica

Next article

Mercedes poderia sair da Fórmula 1, diz Wolff

Mercedes poderia sair da Fórmula 1, diz Wolff
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Abu Dhabi
Localização Yas Marina Circuit
Equipes Ferrari Shop Now , Red Bull Racing Shop Now
Autor Matt Somerfield
Tipo de matéria Análise