Animado com performance, Hamilton quer se livrar de zica

Inglês lembra que não tem tido grandes classificações desde o GP do Canadá, no início de junho

Quando andou por toda a primeira sessão de treinos livres, Lewis Hamilton foi seis décimos mais rápido do que qualquer um. Na segunda, teve problemas elétricos em seu motor mas, mesmo assim, foi o segundo colocado, a menos de um décimo de Nico Rosberg. O inglês, portanto, não poderia estar mais animado para o GP da Itália.

[publicidade] “Eles não conseguiam ligar o carro. Mas os caras fizeram um grande trabalho para me colocar de volta na pista, então pelo menos eu consegui dar algumas voltas. Eles conseguiram recuperar aquele motor que pegou fogo [na Hungria]."

Ao contrário do companheiro Nico Rosberg, que vê os rivais próximos, o inglês destacou a performance da Mercedes em Monza.

“Senti-me muito bem depois da primeira sessão. Eu fiz uma pequena mudança [de acerto] e, mesmo não tendo dado muitas voltas, a sensação com o carro é ótima. Obviamente temos um carro muito competitivo neste final de semana e temos uma grande chance na classificação.”

Para a classificação, Hamilton espera se livrar da maré de problemas que vem enfrentando nos sábados desde o GP do Canadá, em junho. Entre erros e quebras, o inglês não tem se classificado bem.

“É um circuito no qual é muito importante largar na frente, é muito difícil ultrapassar aqui. Eu não tenho tido boas classificações há sete ou oito corridas, então eu realmente espero que possa mudar isso neste final de semana.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias