Após acidente com Schumacher, Senna é categórico: “Ele bateu em mim”

Mesmo desapontado com fim de semana espanhol, Bruno não poupa elogios ao trabalho de Pastor Maldonado

Senna não completou corrida na Catalunha

Após largar em 17º, Bruno Senna fazia corrida de recuperação. Ocupava a oitava posição graças a uma tática diferente, até que o alemão heptacampeão Michael Schumacher bateu em seu carro tentando ultrapassá-lo na curva um do circuito da Catalunha. Com o acidente, os dois pilotos foram obrigados a abandonar a corrida.

“Para mim, foi um daqueles desentendimentos de corrida. A gente chegou na freada da primeira curva e ele estava com o pneu muito mais novo que o meu. Por isso, provavelmente, julgou mal o meu ponto de freada e tentou cruzar para dentro bem na hora que eu estava freando, em vez de continuar onde estava. Ele bateu em mim. Não tem muito o que dizer. Eu freei, e no meio da freada tomei uma batida por trás.”, falou o brasileiro em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

Sobre Schumacher, Senna ainda disse mais: “Acho que você tem de conhecer o seu oponente na pista, e, no caso do Schumacher, você tem que ser extremamente claro e preciso com o que vai fazer, porque acabamos tendo um acidente. Tivemos um problema ano passado que é um desses que a gente discorda, então são coisas que acontecem. Vemos nas corridas gente fazendo muito mais movimentos na pista em vários pontos de defesa e ataque. E, com certeza, deixei espaço para ele decidir aonde queria ir, e ele optou por vir atrás de mim”, completou Bruno, chateado com o mal resultado na Espanha.

Mesmo assim, o piloto da Williams ainda se mostrou feliz pela vitória de seu companheiro de equipe. “O Pastor está supercontente. Ele fez um trabalho fantástico nesta corrida, com toda a pressão que o Alonso colocou nele. Foi uma corrida que de tirar o chapéu. É ótimo ter um companheiro de equipe que é vencedor. É uma referencia boa para aprender e espero poder estar na frente dele em várias corridas.”

Voltando a falar de Schumacher, Bruno revelou os bastidores dos depoimentos de ambos à FIA: “Discordamos, não teve muito o que dizer. Obviamente ele estava irritado.” Pela batidas, o alemão levou uma punição de cinco posições no grid para a corrida de Mônaco, que será realizada em duas semanas.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias