Após bom começo, Mercedes afirma que situação ainda pode mudar

Pneus serão utilizados ao limite, segundo Nico Rosberg, mais rápido do dia, e Michael Schumacher, o quinto

Schumacher acelera no deserto do Sakhir

Houve tempo em que o domínio de Nico Rosberg às sextas-feiras era mera especulação. Após vencer o GP da China, o fato de terminar os treinos livres no Bahrein em primeiro chama atenção em relação a um eventual novo domínio da Mercedes. "Este foi um bom começo de fim de semana e ainda que seja legal ser o mais rápido hoje sabemos que não conta nada. O mais importante é melhorar o ritmo de corrida", disse Rosberg após a segunda sessão, quando marcou o melhor tempo do dia com 1min32s816.

"Até o momento parece que estamos razoáveis, mas precisamos analisar onde estamos em nível de combustível em comparação com os outros competidores para tirar nossas conclusões. As condições estavam difíceis hoje então a corrida será complicada para os pneus."

Michael Schumacher, o quinto, fez coro com o companheiro de equipe, mas justificou ter ficado a mais de 1 segundo de Nico pelo número de carros que encontrou na pista. "Começamos bem hoje e nossas saídas longas foram satisfatórios em termos de tempo. Infelizmente, não pude completar minhas voltas rápidas do jeito adequado, porque peguei tráfego."

"Teremos de ver o que se passará amanhã e domingo, porque os pneus vão embora rapidamente. Você realmente tem de usá-los até o limite deles, e isso será o maior dos problemas. Vamos ver o que conseguiremos fazer, mas definitivamente o começo do fim de semana não foi ruim para nós", finalizou Schumacher.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias