Após cogitar Silverstone, F1 confirma corrida 1000 na China

Liberty Media diz ter pensado em adiantar GP da Grã-Bretanha, mas afirma que prova chinesa deverá marcar entrada nos quatro dígitos

Depois de ter disputado no último final de semana sua 981ª corrida, a Fórmula 1 se encaminha para na terceira etapa do ano que vem chegar à milésima prova de sua história. E para isso os chefes da Fórmula 1 cogitaram adiantar o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone, para o mês de abril.

No entanto, a prova 1000 por fim acabou sendo confirmada no circuito de Xangai, na China, que recebeu neste ano a terceira etapa do campeonato mundial.

"Silverstone foi o primeiro GP da história (1950) e gostaríamos de ver o 1000º GP voltando ao local do primeiro", disse Sean Bratches, diretor da Liberty, à Reuters. "Acho que há uma boa história e uma boa harmonia aí”.

"Mas quando me disseram – devido ao fato de eu ser relativamente um novo britânico – que o tempo está longe do ideal em abril na Inglaterra, mudamos de opinião rapidamente."

Silverstone já sediou um GP da Grã-Bretanha no mês de abril antes na história da Fórmula 1. Foi em 2000, quando uma forte chuva transformou os estacionamentos da pista puramente em lama.

Os principais estacionamentos foram fechados, obrigando muitos espectadores a andarem para assistir o GP.

Bratches disse que a Fórmula 1 planeja fazer da milésima corrida um grande evento ao longo de 2019, com a China sendo um mercado importante para o crescimento do esporte.

"Passamos muito tempo falando sobre diferentes circunstâncias e padrões climáticos", disse ele sobre o cronograma.

“A China é um ótimo lugar para competir. Faz parte do nosso futuro e estamos entusiasmados em ir para esta corrida em particular.”

"Os organizadores estão abraçando isso conosco e estamos começando a ter discussões em termos de como podemos amplificar a data e garantir que ela seja comemorada de maneira apropriada."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias