Após corrida difícil, Nasr prevê bastante trabalho na Sauber

Brasileiro encerra na 15ª colocação GP da Austrália, mesma prova em que teve uma estreia promissora em 2015 com um quinto lugar

Não foi um fim de semana fácil para Felipe Nasr. Como reflexo de um começo de temporada complicado para a Sauber, o piloto brasileiro deixa Melbourne ciente de que há muito trabalho pela frente depois de uma corrida em que claramente o C35 rendeu abaixo da grande maioria das equipes da Fórmula 1.

"No geral, foi uma corrida difícil para nós. Nós lutamos com nosso ritmo em comparação com nossos concorrentes. Ficou claro durante a corrida que eu não poderia manter a ritmo dos carros na minha frente”, avaliou.

A Sauber enfrentou problemas financeiros neste começo de temporada, perdeu seu diretor-técnico Mark Smith e só correu com o C35 na segunda semana de testes. Por isso, Nasr acredita que o mais importante foi coletar informações na Austrália.

"Foi bom que eu pude ganhar dados importantes sobre o C35, e precisamos analisar cada detalhe para encontrar desempenho no carro. Temos de melhorar o C35 em diferentes áreas. Acho que temos um monte de trabalho pela frente".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Sub-evento Domingo
Pista Albert Park Circuit
Pilotos Felipe Nasr
Tipo de artigo Últimas notícias