Após críticas, F-1 se livra de pontuação dupla e proibição de rádios

As relargadas com os carros parados após o Safety Car também virou história antes mesmo de serem testadas

Pontuação dobrada na etapa final, proibição de comunicação via rádio entre equipes e pilotos e relargadas com os carros parados após o Safety Car foram retiradas do regulamento da próxima temporada da Fórmula 1. As decisões foram tomadas em reunião da Comissão de F-1 realizada na Suíça nesta semana, segundo a Auto Motor und Sport.

[publicidade] Estas três medidas tinham sofrido muita resistência entre pilotos e equipes. A primeira, por sua artificialidade. A segunda, pela dificuldade de controle. E a terceira, pelo perigo em relargar com pneus frios e desgastados e também por trazer um elemento artificial aos resultados.

Por outro lado, a Mercedes manteve o veto ao descongelamento dos motores. Assim, todas as quatro fabricantes terão até 28 de fevereiro para homologar as unidades de potência que serão utilizadas ano que vem, mas apenas 48% do motor pode ser alterado em relação a este ano.

Outra questão apresentada, mas que ainda não teve resposta, foi o pedido da Caterham de começar o ano que vem com o carro de 2014, como forma de atenuar os custos e ganhar tempo para encontrar um comprador. Segundo os contratos com os organizadores das provas, o grid da F-1 precisa de 20 carros e, sem o time inglês, haveria apenas 18 competidores.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias