Após gafe, ex-patrocinador de Pérez cria fundação

A Hawkers, que teve o contrato com Sergio Pérez quebrado pelo piloto após tuíte zombando os mexicanos pelo muro que Donald Trump pretende construir na fronteira dos EUA com o México, criou uma fundação para crianças para tentar ameinizar o erro

Na semana do GP do Brasil, Sergio Perez se viu em uma polêmica com a Hawkers, fabricante de óculos de sol que acabara de assinar um contrato de patrocínio com o piloto.

No dia seguinte à eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, a marca publicou um tuíte insinuando que os mexicanos deveriam comprar os produtos da Hawkers para esconder "a cara de choro quando estivessem construindo o muro".

Indignado, Pérez rompeu imediatamente com a marca, que já havia produzido 20 mil unidades de uma edição especial com o nome do piloto.

Para tentar minimizar os danos do incidente, a Hawkers publicou um anúncio de página inteira no jornal El Universal se desculpando pelo erro e anunciando os planos de contibuir com US$ 25 mil para a Dear Sergio x Hawkers Foundation, instituição criada para cuidar de crianças carentes.

O anúncio dizia: “Caro Sergio, às vezes sofremos acidentes. Você, mais do que todos nós, sabe disso. Embora não esperemos que este acidente seja esquecido, faremos o que pudermos para nos certificar de que isso não acontecerá novamente."

"Seguiremos com você, com o povo do México e com todos que se opõem à discriminação e ao racismo em todo o mundo.", concluiu o anúncio, que também culpou o gestor das mídias sociais pela gafe.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sergio Perez
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias