Após ganhar, Hamilton critica FIA: “Pareceram a NASCAR”

Piloto britânico se irrita com Safety Car por detritos na pista, mas celebra vitória importante para o mundial

Diminuindo de 14 para sete pontos sua desvantagem na temporada de 2017 após uma grande vitória no GP da Bélgica deste domingo (27), Lewis Hamilton criticou a direção de provas pela entrada do Safety Car na pista pelo acidente das duas Force Indias.

O piloto, que reclamou no rádio no carro durante a prova, voltou a reclamar do ocorrido na coletiva de imprensa após a prova. Para ele, os detritos não justificariam uma intervenção do Safety Car na F1. O britânico comparou a decisão da FIA às tomadas normalmente pela NASCAR nos EUA, neutralizando a prova sem grandes motivos.

“Eu senti como se fosse um pouco como a NASCAR, onde eles colocam Safety Car sem motivo”, disse.

“A asa ficaria clara para todos depois que nós diminuíssemos a velocidade. Eles poderiam ter colocado um Safety Car Virtual, mas eles queriam uma corrida, então eles colocaram o SC.”

O piloto também cumprimentou Vettel pelo duelo.

“Estávamos próximos. A Ferrari geralmente tem a vantagem no ritmo de corrida ao longo do fim de semana.”

“Eles estiveram muito fortes e estavam tendo vantagem com os vácuos. Por isso, relargar foi muito difícil. Seb estava muito, muito perto, e os pneus dianteiros não estavam funcionando bem inicialmente. Ele conseguiu um bom vácuo, acho que ele estava perto demais. Ele fez uma grande corrida, foi muito consistente e foi divertido competir contra outra equipe e com Seb. Estávamos lutando a cada décimo. É isso que é a corrida.”

“Foi um fim de semana forte para mim e para a equipe. O time fez um trabalho incrível, e estou grato pelo trabalho árduo. A torcida aqui foi incrível também, vi muitas bandeiras da Grã-Bretanha. Sebastian me fez ter que lutar pela vitória de hoje.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias