Após novo abandono, Maldonado culpa erro na estratégia

Com exclusividade ao TotalRace, venezuelano revela que teve corrida prejudicada por uma má decisão no início da prova

Maldonado não completou a prova malaia

Pastor Maldonado não escondeu a decepção com seu segundo abandono em duas corridas. Desta vez, no entanto, o venezuelano não teve culpa: o motor de sua Williams estourou a poucas voltas do fim.

Mas sua corrida já não era das melhores, após um erro de estratégia logo no início lhe custar muitas posições, como contou com exclusividade ao TotalRace.

“Foi difícil desde o começo. Estava esperando o Safety Car quando decidi entrar nos pits para colocar os pneus de chuva e, neste momento, o SC entrou e perdi várias posições. Estava em sexto, sétimo e acabei em 14º, 15º. Estou um pouco descontente por isso, porque penalizou toda nossa corrida. Logo, a estratégia não foi a melhor.”

Maldonado destacou que, a exemplo do companheiro Bruno Senna, sua Williams tinha um grande ritmo com os pneus intermediários, ainda que a velocidade máxima não fosse a ideal.

“Mas no final era muito rápido, o ritmo era bom. Faltava um pouco de velocidade na reta para passar as Toro Rosso e as Force India, mas acho que fiz uma boa corrida. Saí em 21º e logo estava em décimo, mais rápido que a Mercedes de Schumacher, então estou um pouco descontente com o que aconteceu com o motor. Mas são coisas que acontecem.”

Perguntado sobre o que precisa melhorar para a China, o piloto disse: “um pouco a velocidade máxima. É isso”.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias