Após polêmica, negociações entre Hamilton e Mercedes 'congelam'

Hamilton e Mercedes assumem 'pacto' por renovação, mas aguardam fim do ano para renegociarem

Hamilton 'congelou' as conversas sobre a renovação com a Mercedes
As recentes confusões entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton obrigaram a Mercedes a reorganizar a casa. Tanto que, nesta quinta-feira, a escuderia ‘congelou’ as conversas sobre a renovação de contrato com o piloto britânico. As conversas só serão retomadas após o final da temporada 2014, na qual ambos brigam pelo campeonato de Fórmula 1.
 
[publiciade] Em entrevista à 'Autosport', o chefe da escuderia, Toto Wolff, garantiu não ter pressa para renovar o compromisso com o britânico. Nico Rosberg, agora rival de Hamilton, já assumiu um novo acordo para seguir na escuderia para 2015. 
 
“Nessa fase em que as coisas são muito intensas, você precisa se concentrar somente na temporada”, discursou o chefão da Mercedes, que promete focar a atenção na manutenção do britânico, seja qual forem as circunstâncias durante esta segunda metade de temporada.
 
“Uma coisa é certa, não conversaremos com ninguém mais antes de ter um cenário claro sobre como podemos continuar com o trabalho executado por Lewis. Dissemos isso um ao outro: não temos interesse em outro nome e Lewis não está negociando com nenhuma outra equipe”, garantiu.
 
A disputa entre os dois pilotos da Mercedes polariza a temporada 2014. Nico Rosberg, com o segundo lugar na Bélgica, abriu 29 pontos de vantagem na liderança em relação a Hamilton; pontuação obtida muito por conta de uma polêmica manobra sobre o britânico.
 
Em Spa, Rosberg colidiu a asa dianteira no pneu de Hamilton, que furou e prejudicou a corrida do inglês. A manobra obrigou a Mercedes a convocar uma reunião de emergência entre os dois pilotos. O clima, resumidamente, não é nada bom.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias