Após punição, Jos Verstappen acusa FIA de ajudar Ferrari

Pai de Max e ex-piloto da F1 utiliza redes sociais para criticar ação dos comissários ao final do GP dos EUA

Logo depois do polêmico desfecho do GP dos EUA no último domingo, Jos Verstappen se enfureceu. Após a punição ao filho Max Verstappen pela ultrapassagem em Kimi Raikkonen por fora da pista na curva 17 na última volta, o ex-piloto holandês acusou a FIA de deliberadamente o punir para ajudar a Ferrari.

Em seu Twitter, ele publicou uma imagem com o logo da FIA no qual a sigla, em vez de significar Federação Internacional de Automobilismo, significava Ferrari International Assistance (Assistência internacional à Ferrari).

O holandês se queixou energicamente em outros posts.

"Isso é uma merda", começou o holandês. “Desculpe, isso é horrível. Que vergonha, FIA."

"Obviamente, a F1 não sabe nada de corridas", continuou ele. "Somente Max recebeu uma penalidade por cruzar as linhas. Ninguém mais fez isso o fim de semana todo." 

 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias