Após surpreender em 2014, Ricciardo prevê altos e baixos

Australiano reconhece que está mais difícil se satisfazer depois de ter vencido corridas na Fórmula 1

Daniel Ricciardo foi uma das grandes surpresas da temporada passada da Fórmula 1, superando o tetracampeão Sebastian Vettel e vencendo três provas, sendo o único piloto fora a dupla da Mercedes a subir ao lugar mais alto do pódio.

[publicidade] O australiano, contudo, que fez em 2014 a primeira temporada em um time grande, na Red Bull, sabe que não será sempre assim, mas garante estar preparado.

“Estou numa onda bem grande no momento e tenho certeza que, eventualmente, ela vai descer e subir novamente – isso é normal”, afirmou.

“Acho que controlar seus dias ruins é possível. É uma questão de controlar suas emoções e não ficar muito frustrado [quando o carro não está bom] – e encontrar maneiras de lidar com isso e aceitar que você não vai vencer, mas que o quinto lugar é melhor que o 10º, então você tenta ser quinto.”

Ricciardo reconheceu que o fato de ter ganhado corridas faz com que fique mais difícil se satisfazer com resultados piores.

“É sempre mais fácil falar. Particularmente agora que eu já venci algumas corridas, se estiver em quinto ou sexto normalmente não estou contente. Então é fácil ficar frustrado e querer mais, mas é aí que fica duro e você às vezes tem de dar um passo atrás e lidar com a situação e nunca perder a confiança. Eu venci uma corrida, então em dois anos eu não deveria ser um piloto pior – eu devo ser melhor. Talvez a oportunidade não seja a mesma, mas você nunca deve duvidar de sua habilidade.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias