Após tentativa, Rosberg reconhece derrota: “andei igual um louco”

Companheiro de Hamilton exalta boa corrida dos dois, mas entende que o britânico foi melhor na classificação.

O alemão Nico Rosberg não conseguiu desafiar seu companheiro de equipe Lewis Hamilton pela vitória neste domingo no GP do Canadá. O piloto do carro 6 não fez uma boa largada e durante todo o primeiro stint não foi capaz de atacar o inglês, com Hamilton chegando a colocar mais de quatro segundos de vantagem.

No segundo stint, de pneus supermacios, Rosberg chegou a ficar a menos de um segundo de Hamilton, mas jamais esteve em uma posição séria de ameaçar.

“Foi uma grande corrida contra Lewis. Andei igual um louco para tentar colocar pressão, mas ele não cometeu nenhum erro”, reconheceu Rosberg.

“Foi uma corrida desafiadora, claro, porque tivemos de administrar combustível e freios, tudo isso. Mas foi o mesmo para Lewis.”

“Foi o mesmo para todos nós. Foi uma boa corrida, infelizmente não consegui fazer melhor do que isso, mas a segunda posição também é boa.”

Perguntado sobre onde crê que Hamilton tenha levado vantagem neste final de semana, o piloto apontou o final do treino de ontem. “Acho que foi o tempo que perdi na classificação que me privou desta batalha.”

“Porque tive um bom ritmo de corrida, e foi a classificação que nos colocou em segundo”, disse.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Sub-evento Domingo pós-corrida
Pista Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Nico Rosberg
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias