Arquivos secretos revelam quanto a Austrália paga para sediar um GP

compartilhar
comentários
Arquivos secretos revelam quanto a Austrália paga para sediar um GP
Por: Rian Assis
22 de jan de 2013 17:57

Segundo fonte inglesa, Aussies desembolsam, em média, US$ 35 milhões para ter o direito de ter a Fórmula 1 em Melbourne

O jornal inglês The Harald Sun teve acesso a documentos secretos que revelam o quanto os organizadores do Grande Prêmio da Austrália pagam – e vão continuar pagando – para Bernie Ecclestone até o fim do contrato, em 2015, para sediar uma corrida de Fórmula 1.

Segundo os documentos, que são datados de 2010, o montante total de dólares que é pago à FOM bate a marca de US$ 170 milhões, quase R$ 350 milhões.

Os documentos mostram que foram gastos pouco mais de US$ 31 milhões para a etapa de 2011 ser realizada. Em 2015 esse valor subirá para quase US$ 37 milhões, mostrando um aumento gradativo de quase 5% no decorrer dos anos.

Segundo consta, quem banca o GP é a população, que paga impostos para a organização da corrida. Para a prova deste ano o valor chegará a US$ 34 milhões.

Indagado a falar sobre os documentos secretos, o Chefe Executivo de Operações do GP da Austrália, o Sr. Andrew Westacott, preferiu não se estender no assunto, mas comentou que "nosso contrato é confidencial. Não estou em posição a comunicar quaisquer detalhes”. "Os moradores de Melbourne têm que saber que grandes eventos não nascem em árvores. Eles custam muito dinheiro para se fazer", concluiu.

Próxima Fórmula 1 matéria
Webber sai na frente e será primeiro a andar no RB9 em Jerez

Previous article

Webber sai na frente e será primeiro a andar no RB9 em Jerez

Next article

Pirelli promete "mais performance e incertezas" para 2013

Pirelli promete "mais performance e incertezas" para 2013
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Rian Assis
Tipo de matéria Últimas notícias