Asa de Hulkenberg cedeu antes de incidente com Ricciardo

Piloto alemão acabou acertando a Red Bull do australiano em tentativa de ultrapassagem e quebrou suspensão dianteira direita

Pela segunda vez na temporada Nico Hulkenberg foi obrigado a abandonar por um problema mecânico perigoso. Sua asa dianteira acabou cedendo enquanto ele tentava passar Daniel Ricciardo no GP dos EUA.

Com o aerofólio danificado, ele não pôde parar seu carro e bateu na lateral da Red Bull. No GP da Hungria o alemão havia sofrido um problema parecido, que o fez bater de frente na primeira curva.

Depois de investigar o incidente, os comissários da FIA não tomaram nenhuma ação.

"É uma enorme frustração estar fora da corrida. As coisas estavam muito promissoras", disse Hulkenberg.

"Até o acidente, tinha sido uma corrida muito interessante e deve ter sido muito divertida para os fãs. Eu tive dificuldade com os pneus intermediários, mas assim que mudei para slicks comecei a fazer bons progressos.”

"Estávamos realmente indo bem e queria passar por Daniel porque era mais rápido do que ele. Infelizmente isso não funcionou e foi o fim da minha corrida.”

"Quando voltei para a garagem a equipe me disse que havia um problema com a asa dianteira, graças a um contato no início da corrida. A asa quebrou enquanto estava tentando fazer a manobra em Daniel."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias