Atrasada, Force India pode perder mais um teste

Única baixa dos primeiros dias de pré-temporada em Jerez, equipe acha difícil estrear carro antes do fim de fevereiro

Única equipe a não participar da primeira bateria de testes da  pré-temporada da Fórmula 1, em Jerez, a Force India pode perder também a segunda sessão, que será realizada em Barcelona, em meados de fevereiro. Nas últimas semanas, intensificaram-se as especulações sobre a situação financeira da equipe.

[publicidade] Caso esse cenário se confirme, o VJM08 só entraria na pista pela primeira vez dia 28 de fevereiro e teria quatro dias de preparação antes do envio dos equipamentos para Melbourne, na Austrália, onde a temporada começa dia 15 de março.

O chefe substituto da equipe, Bob Fernley, reconheceu que o cronograma está atrasado. “Dado o volume de trabalho e os prazos envolvidos, cada vez está mais difícil conseguirmos ir para o primeiro teste de Barcelona”, disse à Autosport. “Todos estão forçando, mas é bem mais provável que o VJM08 só corra no final de fevereiro. Isso significa que usaremos o carro de 2014 no próximo teste para usar os compostos de 2015 da Pirelli.”

Fernley, contudo, fez questão de salientar que a demora não coloca em risco a participação da equipe no campeonato. “Estaremos em Melbourne para o começo da temporada, não há dúvidas disso.”

O dirigente explicou que o projeto teve atrasos na produção e no recebimento de peças de fornecedores. “É justo dizer que as despesas atingem o ápice nessa época do ano e dependemos de uma série de fornecedores. Ainda estamos esperando a chegada de componentes, mas já começamos o processo de construção do carro.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias