Baku rebate rumores de cancelamento do GP da Europa

Organizadores de prova no Azerbaijão negam que primeira prova de Fórmula 1 no país seja cancelada devido à queda do preço do barril de petróleo e da moeda local

O GP da Europa, que nesta temporada será realizado em Baku, no Azerbaijão, segue firme e forte no calendário, apesar dos recentes rumores de que as dificuldades financeiras enfrentadas com a queda do preço do barril de petróleo - principal riqueza do país - e desvalorização da moeda local (Manat) poderiam levar ao cancelamento da prova.

Os organizadores da prova, entretanto, manifestaram-se rapidamente a respeito, dizendo que as dificuldades com o petróleo e com a moeda local não influenciam na realização da corrida, que segue confirmada.

"A desvalorização do Manat não muda a situação da realização da primeira corrida de Fórmula 1 no Azerbaijão. O orçamento para o GP da Europa foi inicialmente calculado em dólares, então não esperamos mudanças nos números planejados", disse um porta-voz da organização da prova.

"Nós, assim, como todos no país, nos preocupamos com a desvalorização de nossa moeda. Além disso, sabemos que um evento como o nosso requer grande aporte financeiro. No entanto, destacamos que o retorno para a economia do país - a curto e longo prazo - com a realização da prova se mostrará um grande benefício", afirmou.

"O aumento do número de turistas e os gastos feitos por eles impulsionarão nossa economia, assim como sediar a prova criará milhares de empregos direta e indiretamente ligados ao evento. Temos certeza de que nossa corrida não só ajudará na recuperação imediata de nossa economia como será parte dela nos próximos anos", completou o porta-voz.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa Baku
Pista Streets of Baku
Tipo de artigo Últimas notícias