Barrichello: "Estratégia foi para o brejo com Safety Car"

Brasileiro amargou a 17ª colocação na prova depois de péssima largada e de ficar exposto a pilotos mais rápidos no final

Barrichello ficou atrás do companheiro Maldonado

Após mais uma prova decepcionante para a Williams, que terminou com Pastor Maldonado em 14º e Rubens Barrichello em 17º, o brasileiro revelou que um misto de largada ruim e má sorte com o Safety Car acabou com sua corrida.

“Na largada, o carro quase morreu, e então eu tive de recuperar um montão. Acredito que o ritmo da primeira parte da prova estava ótimo, mas o Safety Car acabou com tudo porque aqueles que estavam lentos no início colocaram pneu macio no final e aí a estratégia foi para o brejo.”

Falando sobre o bicampeonato, Barrichello foi sucinto: “É o melhor do momento. Merece.”

O companheiro de Barrichello, Maldonado, também teve uma largada ruim e teve de se recuperar na prova.

“Tivemos uma largada difícil com os pneus médios e nosso ritmo no primeiro stint foi duramente penalizado por isso. Depois que trocamos para os macios, éramos muito rápidos, talvez o melhor em relação ao resto do final de semana, mas já era tarde demais.”

(colaborou Luis Fernando Ramos, de Suzuka)

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Rubens Barrichello , Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias