Batidas e polêmicas: as ocasiões marcantes de Singapura

compartilhar
comentários
Batidas e polêmicas: as ocasiões marcantes de Singapura
13 de set de 2018 09:47

Primeira corrida noturna da história da F1, o GP de Singapura completa uma década de vida na edição de 2018. E, em todas suas edições já realizadas, a prova acumulou eventos marcantes e até históricos.

O traçado de Marina Bay, atualmente com 5,063 km após alguns ajustes em suas curvas, representa um desafio único a equipes e pilotos. A questão vai além dos muros próximos e curvas traiçoeiras: as condições climáticas, geralmente com forte calor e alta umidade do ar, além de uma prova bastante longa, beirando as duas horas, transformam a ocasião em um verdadeiro teste de resistência.

Por isso, muita coisa aconteceu nestas dez edições do GP de Singapura – algumas marcantes pelo ponto de vista desportivo, sendo que outras muito mais controversas.

Separamos, então, alguns dos destaques da história do GP de Singapura.

Galeria
Lista

10 anos de GP de Singapura

10 anos de GP de Singapura
1/15

A primeira corrida noturna da história da F1 completa dez anos na edição de 2018. O evento foi palco de ocasiões marcantes na última década.

A primeira polêmica

A primeira polêmica
2/15

Foto de: XPB Images

A edição inaugural teve vitória de Fernando Alonso, que triunfou depois de partir do pelotão intermediário. Mas a controvérsia sobre a corrida veio à tona quase um ano depois.

A primeira polêmica

A primeira polêmica
3/15

Foto de: Steven Tee / LAT Images

Alonso se beneficiou de uma batida proposital provocada por seu parceiro de Renault, Nelsinho Piquet, o que causou um safety car oportuno para o espanhol. Foi um dos maiores escândalos da história da F1.

A primeira polêmica

A primeira polêmica
4/15

Foto de: Steven Tee / LAT Images

No meio daquela confusão, Felipe Massa teve um de seus contratempos mais famosos da temporada, quando a Ferrari deixou a mangueira de reabastecimento presa em seu carro. Aquilo teve consequências em suas ambições de título.

Vítima inusitada?

Vítima inusitada?
5/15

Foto de: Sutton Motorsport Images

Já Mark Webber foi vítima de um problema incomum naquela corrida. Seu carro sofreu uma quebra de câmbio, e a Red Bull suspeitou de que a eletricidade estática dos metrôs de Singapura desencadeou a falha. A organização negou a possibilidade.

A ironia

A ironia
6/15

Foto de: XPB Images

Em 2009, pouco após o escândalo de Singapura explodir, ocorreu um lance irônico nos treinos livres: Romain Grosjean sofreu um acidente de dinâmica idêntica à de Nelsinho no ano anterior.

Vitória limpa

Vitória limpa
7/15

Foto de: LAT Images

Em 2010, Alonso voltou a vencer em Singapura, mas desta vez de forma limpa: fez a pole e segurou Vettel atrás, conquistando uma vitória bastante importante.

Batida entre protagonistas

Batida entre protagonistas
8/15

Foto de: XPB Images

Mas outros postulantes ao título se envolveram em um acidente. Mark Webber e Lewis Hamilton colidiram em uma disputa por posição, e o inglês abandonou a prova para ficar em situação mais delicada.

Massa x Hamilton

Massa x Hamilton
9/15

Foto de: XPB Images

Hamilton voltou a se envolver em um acidente com um concorrente em 2011, desta vez com Massa. Os dois até tiveram um momento de confronto em frente das câmeras.

Era a hora de parar?

Era a hora de parar?
10/15

Foto de: XPB Images

Michael Schumacher cometeu grande lambança em 2012, o que fez com que muitos questionassem se de fato não era a hora de pendurar o capacete. O alemão errou a freada, atingiu Jean-Eric Vergne, eliminou ambos da prova e ainda pediu desculpas a "Jean-Marc", errando o nome do rival.

Carona que custou caro

Carona que custou caro
11/15

Foto de: XPB Images

Depois de ficar a pé nas voltas finais da edição de 2013, Webber pegou uma carona com Alonso para voltar aos boxes. Porém, a direção de prova não gostou e puniu o australiano, que perdeu 10 posições no grid da corrida seguinte.

Calcanhar de aquiles da Mercedes

Calcanhar de aquiles da Mercedes
12/15

Foto de: Sutton Motorsport Images

A edição de 2015 viu uma das até então raras corridas complicadas da Mercedes, que ficou de fora do pódio. Melhor para Vettel, que venceu.

Golpe duro

Golpe duro
13/15

Foto de: Andrew Hone / LAT Images

Em compensação, Vettel viveu um de seus momentos mais duros da temporada de 2017 com o acidente múltiplo na largada, que também envolveu Raikkonen, Verstappen e Alonso.

Golpe duro

Golpe duro
14/15

Foto de: Sutton Motorsport Images

Era uma prova de grande importância para a Ferrari, que tentava ganhar terreno na luta contra a Mercedes. Porém, a corrida de ambos seus pilotos durou apenas alguns metros.

Golpe duro

Golpe duro
15/15

Foto de: Steven Tee / LAT Images

Hamilton aproveitou a oportunidade para vencer, dando um passo fundamental rumo ao seu quarto título mundial.

Next article
Williams apoia zona de pontuação até o 20º lugar na F1

Previous article

Williams apoia zona de pontuação até o 20º lugar na F1

Next article

Bastidores: os 10 anos de um evento que mudou a F1

Bastidores: os 10 anos de um evento que mudou a F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias