Bernie Ecclestone sai em defesa da venda de chassis

Dirigente defende a permissão para que times grandes vendam seus carros, mas adianta que Frank Williams é contra

A discussão sobre a permissão para que equipes vendam seus carros para times menores voltou à tona depois que o promotor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, demonstrou seu apoio à mudança na regra atual, que obriga todas as equipes a desenvolverem seus próprios carros.

A mudança traria uma economia estimada em cerca de 130 milhões de reais anuais para oito das 11 equipes do atual grid, que comprariam os carros, mas deixariam de gastar com pesquisa e desenvolvimento.

“Acredito que a venda de carro seria algo bom. Todos precisam concordar com isso, mas Frank Williams é um único que é contra isso”, afirmou Ecclestone.

Permitindo a venda de carros, acredita-se que os times menores, além de economizar, poderiam dispor de melhores equipamentos que os atuais. A Williams é particularmente contra pois acredita que isso prejudicaria a formação de novos talentos no quadro técnico das equipes.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias