Bianchi não será transferido para a Europa, diz família

Contrariando boatos de que francês continuaria tratamento longe do Japão, novo boletim diz que quadro é o mesmo

Quase um mês após o acidente sofrido no GP do Japão, o francês Jules Bianchi segue internado em estado “crítico, porém estável” no Centro Médico Geral Mie, em Yokkaichi. A família do piloto de 25 anos, porém, negou os rumores de que Bianchi estaria prestes a ser transferido para a Europa para continuar seu tratamento.

[publicidade] O piloto sofreu lesão cerebral axonal difusa depois de sua Marussia colidir com um trator que fazia a remoção de outro carro durante o GP do Japão, em acidente que segue sendo investigado por uma comissão nomeada pela Federação Internacional de Automobilismo.

“Jules continua lutando”, disse a família por meio de comunicado. “Ainda que tenham havido algumas notícias sobre seu tratamento, neste momento a luta vai continuar aqui em Yokkaichi. Estamos caminhando passo a passo. Não temos nenhuma informação nova para dar.”

A família fez questão de agradecer o apoio dos fãs e enalteceu o tratamento recebido no hospital japonês, além de relevar estar “constantemente em contato”, com os neurocirurgiões da Universidade La Sapienza, de Roma, e o professor Gerard Saillant, presidente da comissão médica da FIA. “Daremos novas informações quando for apropriado. Por ora, agradecemos a todos que continuam mantendo Jules em seu pensamento e orações.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias