Bottas confirma ordem, mas coloca panos quentes em polêmica

Companheiro de Massa promete conversa com o brasileiro e explica por que acreditava estar mais rápido

O companheiro de Felipe Massa, Valtteri Bottas, se esquivou de polemizar sobre as ordens de equipe não cumpridas pelo brasileiro durante o GP da Malásia. O finlandês afirmou que espera conversar com Massa e buscar soluções para o futuro caso a mesma situação volte a acontecer.

“Ainda não conversamos, mas falar sobre isso depois e analisar o que aconteceu. Não há muito que eu possa dizer sobre isso”, se limitou a dizer.

Bottas confirmou que pediu para passar o companheiro no início da corrida e que foi instruído de que poderia fazê-lo nas voltas finais, o que não aconteceu. “Nas últimas duas voltas, não me deixaram mais passar”, afirmou, referindo-se ao time.

O pedido do finlandês visava colocá-lo em posição de lutar pelo sexto posto com Jenson Button, que tinha pneus mais desgastados, assim como o próprio Massa.

“Acho que eu tinha a possibilidade de ultrapassar a McLaren”, justificou. “Como eu atrasei um pouco meu primeiro pitstop, eu sempre chegava no final dos trechos com mais pneus que os demais. Eu tinha mais ritmo que os dois carros.”

Bottas se colocou em posição de lutar com os carros que iam mais à frente após uma grande largada, em que pulou de 18º para o décimo lugar. “A largada em si não foi nada de especial mas, na primeira curva, eu vi um espaço por fora. Especialmente nas primeiras três voltas, o carro estava muito competitivo.”
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias