Bottas diz que ainda não é escudeiro de Hamilton na Mercedes

Mais rápido de hoje em Monza, piloto finlandês espera duelo com a Ferrari pela vitória no GP da Itália

Depois de ser segundo no primeiro treino desta sexta-feira (1) em Monza, Valtteri Bottas conseguiu superar seu companheiro Lewis Hamilton por uma pequena margem na segunda sessão do dia.

O piloto falou que o dia foi bom, mas afirma que ainda nada está ganho.

“Sim, comparado com uma semana atrás, definitivamente foi uma sexta-feira melhor, mas nos próximos dois dias precisamos ser rápidos”, disse após as duas sessões em Monza.

“Pelo menos hoje tudo parecia correr bem. Tanto as corridas curtas quanto as corridas longas pareceram boas.”

“Estamos andando com downforce inferior, e isso faz com que a estabilidade em geral seja mais fraca. É um pouco mais complicado. Sempre é assim aqui em Monza e isso torna guiar mais emocionante.”

“Nosso carro se encaixa bastante bem na pista. Ainda estamos na casa da Ferrari e tenho certeza de que eles vão dar tudo amanhã e domingo. Com certeza, eles serão um problema. Nós estaremos em sua pista, sua corrida em casa, com certeza eles serão fortes.” 

Após falar dos treinos, o piloto teve de responder se, após seu mal resultado na vitória de Hamilton em Spa, terá de fazer jogo de equipe pela Mercedes. O piloto negou que vá ajudar o companheiro por enquanto.

“Ainda não”, disse o finlandês, que está a 41 pontos da liderança do mundial. Hamilton está a sete.

“Tenho certeza de que vão me dizer se algo for mudar. Conheço a situação. Vou correr como sempre e tentar vencer. Esse é o meu objetivo.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pista Monza
Pilotos Valtteri Bottas
Tipo de artigo Últimas notícias