Bottas explica acidente: “Não havia o que eu pudesse fazer”

Finlandês detalha a batida que sofreu no Q3 e promete encarar o GP da Austrália com “espírito de luta”

Valtteri Bottas admitiu que pouco pôde fazer para evitar o acidente que marcou o início do Q3 na sessão classificatória do GP da Austrália de F1.

No começo da disputa pela pole position, o finlandês bateu forte na saída da Curva 2 após perder o controle de seu carro. O treino foi interrompido com bandeira vermelha, enquanto que Bottas ficou de fora da luta pelas primeiras posições.

Em entrevista dada pouco após o acidente, o piloto da Mercedes afirmou que estava bem fisicamente, mas reconheceu que cometeu um erro.

“Eu estava começando minha primeira volta. Usei pista demais por fora na Curva 1, fui demais para fora, e fui surpreendido. Estava um pouco úmido pela chuva que caiu antes. Perdi a traseira do carro, tentei corrigir, mas aconteceu tudo rápido demais. Não havia muito que eu pudesse fazer, e então atingi o muro na saída da Curva 2”, explicou.

Apesar do contratempo, Bottas ainda está esperançoso por um bom resultado. “Abordamos amanhã [domingo] com o espírito de luta. Ainda não há pontos em jogo no sábado, e sim no domingo, então chegamos à corrida tentando terminar no mais alto que pudermos. Vamos dar de tudo como equipe e eu também.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pista Melbourne Grand Prix Circuit
Tipo de artigo Últimas notícias