Bottas: “Fórmula 1 é diferente de tudo que já havia experimentado”

Finlandês fala sobre as dificuldades deste início e também dos problemas da Williams. Para ele, time encontrou o caminho

Apesar de ter feito 15 sessões de treinos livres no ano passado, o finlandês Valtteri Bottas ainda está tendo dificuldades em seu primeiro ano como titular de uma equipe de F1. Segundo Bottas, o principal obstáculo é no entendimento da corrida.

“Fórmula 1 é algo diferente de tudo que já experimentei antes. As corridas mais longas que eu já havia feito tinha sido na F3, com algo em torno de 30 minutos de duração. Agora dura uma hora e 30 minutos no mínimo, por isso preciso adotar um estilo diferente de dirigir, de ajustar o carro e realmente é preciso se concentrar durante todo o fim de semana para maximizar o potencial do carro, tanto para a classificação, quanto para a corrida”, explicou o piloto da Williams. “É preciso focar muito nos detalhes. Estou aprendendo muito e sinto que estou melhorando a cada corrida”.

Mesmo com as dificuldades, o finlandês não vem fazendo feio. Seu desempenho está próximo ao do companheiro Pastor Maldonado e, na Malásia, ele quase chegou na zona de pontuação. “Não foi um mau começo. Ainda é a minha primeira temporada na F1, pelo menos disputando corridas e ainda há muito o que aprender. Então, foi um bom início, mas claro que sempre há coisas que você poderia fazer melhor e nossa vontade é essa: de melhorar a cada corrida”, declarou.

O que certamente o piloto não esperava é que a Williams tivesse uma queda tão grande em relação ao ano passado. Em 2012 o time venceu em Barcelona e, neste ano, a equipe chega ao circuito espanhol sonhando com os primeiros pontos na temporada. “É incrível. Ano passado vencemos aqui, então não estamos vivendo a mesma situação, definitivamente. Nas primeiras corridas, minhas posições variaram entre 11º e 15º, enquanto em 2012 o time estava bem mais competitivo. Por isso, é claro que não brigaremos pela vitória, mas espero alguma evolução para que a gente possa lutar por pontos”, explicou.

O finlandês disse que está otimista quanto às próximas corridas. “Não tivemos o início que gostaríamos, mas acho que encontramos o caminho, depois de entrar num beco sem saída durante os testes de inverno”, comentou Bottas.

Questionado pelo TotalRace, o piloto falou também sobre os novos compostos duros fornecidos pela Pirelli e o que esperar deles em Barcelona. “É uma pergunta difícil, pois aqui não é tão quente aqui como no Bahrein. Talvez lá eles fizessem mais diferença a favor para nós do que aqui, mas não sabemos como os novos pneus irão se comportar. Eles são diferentes, então vamos analisá-los bem nos treinos livres”, informou. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Valtteri Bottas
Tipo de artigo Últimas notícias