Boullier: "A Red Bull está se esforçando para ter Kimi"

Dirigente da Lotus diz que ainda discutirá contrato com Räikkönen, o qual afirma que o finlandês sabe que será seu último

A disputa entre Red Bull e Lotus para ter Kimi Räikkönen no ano que vem continua enquanto a temporada entra em um período de três semanas sem corridas. O diretor da Lotus, Eric Boullier, acha seus esforços válidos para manter o finlandês em Enstone, mas acredita que apenas o campeão de 2007 possa decidir no fim das contas onde estará em 2014.

“É verdade que a Red Bull está se esforçando para ter Kimi e tenho certeza de que eles farão uma ótima proposta para ele, até facilitando sua vida em compromissos comerciais. Mas de novo: A decisão é do Kimi”, falou ao site da F-1. “Vamos oferecer aquilo que é melhor para o Kimi e para nós.”

“Já gastamos algum tempo conversando, e vamos sentar para falar disso de novo. Pela vida você tem diferentes estágios e no fundo Kimi sabe que seu próximo contrato é o último. Então, sim, é possível no final haver algumas considerações financeiras que temos de levar em conta.”

Para Boullier, o que Kimi precisa para vencer é um ambiente que se sinta confortável e confiante, ambiente que encontra na Lotus.

“Tudo o que importa para Kimi é vencer em um ambiente positivo - nada mais", disse ele. "Há sempre diferenças de uma equipe para a outra, mas acho que podemos facilmente ser como a Red Bull. Kimi não é para os próximos dez anos, mas para os poucos anos que ele está planejando ficar. Ele quer se divertir, ganhar corridas e, se possível, o campeonato.

"Você não pode construir um plano de negócios no desejo de Kimi ficar ou não. Os investidores estão aqui para o longo prazo. Eles veem que, com menos recursos, mas com uma boa dupla de pilotos, podemos lutar com as grandes. É por isso que eles estão aqui e manter a equipe para nos ajudar a levá-la para o próximo nível. "

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias