Boullier indica que Senna pode voltar a ser terceiro piloto

Chefe da Renault elogia trabalho do brasileiro e diz que, se ele não encontrar vaga, permanecer na Renault é uma possibilidade

Bruno Senna fez oito provas pela Renault em 2011

Depois do próprio Bruno Senna admitir que poderá voltar a ser terceiro piloto em 2012 – ainda que tenha salientado a necessidade de andar às sextas-feiras nos treinos livres – agora é o chefe da Renault que indica a permanência do brasileiro na equipe.

Senna foi contratado pelo time de Enstone no início de 2010, como piloto de testes, sendo promovido a titular em agosto, quando substituiu o demitido Nick Heidfeld. De lá para cá, fez oito GPs pela equipe, mas acabou sem vaga após a contratação de Kimi Raikkonen e da também promoção de Romain Grosjean.

“Temos dois pilotos, vamos decidir sobre um terceiro piloto depois”, afirmou Boullier ao Le Nouvel Observateur. “Essa é uma oportunidade para Bruno se ele não encontrar uma vaga em outro lugar.”

O francês elogiou o rendimento do brasileiro na temporada.

“Ele é alguém que é muito bom do lado técnico, então poderíamos considerar o papel para [treinar] nas sextas-feiras também.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias