Brawn: erros de Vettel não são coincidência

compartilhar
comentários
Brawn: erros de Vettel não são coincidência
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
23 de out de 2018 10:42

Diretor esportivo da F1, Ross Brawn disse que os erros frequentes de Sebastian Vettel não são coincidência e indicam que o piloto da Ferrari está “um pouco descontente”.

Vettel rodou enquanto tentava ultrapassar Daniel Ricciardo na primeira volta do GP dos Estados Unidos, no último fim de semana, tendo feito o mesmo durante a tentativa de ultrapassar Max Verstappen na corrida anterior, no Japão.

Estes foram os erros mais recentes de Vettel, que já havia rodado na primeira volta do GP da Itália, abandonado ao bater sozinho no GP da Alemanha e acertado Valtteri Bottas na largada do GP da França.

“Na sexta-feira [nos Estados Unidos] já houve um pequeno erro, quando ele não reduziu a velocidade o suficiente nas bandeiras vermelhas e pagou o preço com uma punição de três posições no grid”, comentou Brawn.

“Aí, na corrida, ele novamente colidiu com uma Red Bull, desta vez com Daniel Ricciardo, e novamente Vettel levou a pior.”

“Foi outra oportunidade perdida de reduzir a diferença na luta pelo título, especialmente quando vimos o que [Kimi] Raikkonen vez com o mesmo carro.”

“Eu certamente não quero colocar Vettel no banco dos réus, mas estes incidentes não podem mais ser vistos como coincidência.”

“Em vez disso, eles deveriam indicar que Sebastian está um pouco descontente no momento.”

Hamilton será coroado campeão caso Vettel não vença a corrida deste fim de semana, no México.

É uma reviravolta em um campeonato que parecia parelho em sua primeira metade, com Vettel na liderança depois das 10 primeiras provas. Depois disso, porém, venceu só uma vez.

“Agora, qualquer esperança em trazer o título de pilotos a Maranello está diminuindo e chegou a hora de fazer contas”, disse Brawn.

“A tarefa mais importante deles é trabalhar para ajudar Vettel a extrair seu enorme talento.”

“Você não se torna um tetracampeão mundial à toa, e Sebastian definitivamente não esqueceu de como se faz para vencer.”

“Em um esporte complicado como a F1, você pode alcançar suas metas somente se todas as peças do quebra-cabeças estiverem encaixadas.”

“Se uma peça estiver faltando, tudo é comprometido.”

Enquanto Brawn criticou Vettel, ele elogiou Raikkonen – que deixará o time para se juntar à Sauber em 2019.

Brawn disse que o finlandês foi “perfeito” ao encerrar seu longo jejum de vitórias, fazendo isso “com grande estilo”.

Ele acrescentou: “Com só mais três corridas pela frente até o fim de sua segunda passagem pela Ferrari, Kimi colocou a cereja no bolo perto do fim do que tem sido uma temporada muito forte – definitivamente sua melhor nos anos recentes.”

Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, 1st position, takes the chequered flag ahead of Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, 2nd position, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+, 3rd position

Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, 1st position, takes the chequered flag ahead of Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, 2nd position, and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09 EQ Power+, 3rd position

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

Next article
Alonso pode testar nova câmera onboard em despedida da F1

Previous article

Alonso pode testar nova câmera onboard em despedida da F1

Next article

Hamilton: Mercedes teve vários problemas em Austin

Hamilton: Mercedes teve vários problemas em Austin
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel Shop Now
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias